Fista'17 debate empregabilidade tecnológica e sustentabilidade

Arranca esta quarta-feira a 4ª edição do Fórum ISTA-ISCTE School of Technology and Architecture. A Tesla é uma das empresas a marcar presença no evento.

tek fista

Nesta edição de 2017 conta com 63 empresas que vão partilhar um espaço de 500 m2, o que leva Ricardo Fonseca, diretor da ISTA-IUL, a apresentá-lo como “o maior evento de empregabilidade na área tecnológica em Lisboa”. Tem como principal objetivo aproximar a instituição da sociedade, para explorar “oportunidades de colaboração ao nível da investigação, do ensino e do emprego”, num programa que também é composto por workshops, apresentações e IT speedtalks.

O Fista'17 pretende ser um espaço para partilha de experiências de trabalho nas áreas tecnológicas e de arquitetura e de debate, sobre os desafios futuros que as organizações vão enfrentar neste domínio, promovendo o contacto entre o meio empresarial e os estudantes. O tema deste ano é Green Solutions, colocando no centro da agenda questões como a sustentabilidade, alterações climáticas e smart cities.

Na lista de oradores convidados estão nomes como Jorge Milburn, da Tesla, que vai falar sobre como acelerar a transição para energias sustentáveis; Luis Cochofel, da Veniam, para falar sobre Internet das Coisas em movimento; ou Gonçalo Sequeira, da Feedzai, cujo tema da apresentação será “Como encarar com tranquilidade um processo de recrutamento”.

No evento cabe ainda um concurso de ideias, que este ano tem como tema  ISCTE-IUL Green Point e que pede aos participantes propostas para a criação de um ponto de acesso inteligente para recolha e apresentação de informação diversa, sobre indicadores como o consumo de água no campus, exemplifica a organização. No ano passado o concurso premiou uma ideia para criação de um jardim vertical inteligente que será inaugurado agora.

O evento, que se prolonga até dia 23 de fevereiro, vai também acolher um concurso de programação, onde se propõe aos participantes o desenvolvimento de uma solução Outsystems.

Nokia 3310

O Nokia 3310 recupera a nostalgia de uma das primeiras gerações de telemóveis. Está disposto/a a comprar um?

Mais informação

  • Sim e vou abandonar o meu smartphone

    19%

  • Sim, mas só para jogar Snake

    10%

  • Vou oferecer a alguém

    10%

  • Não, é só um "dumbphone"

    59%