O programa European Innovation Academy tem a participação de aceleradoras de Silicon Valley e instituições universitárias como a UC Berkeley e a Universidade de Stanford, mas envolve ainda algumas empresas tecnológicas.

O objetivo é conseguir transformar ideias em startups em apenas 15 dias, combinando os elementos disponíveis numa academia que conta com 400 participantes, de 63 nacionalidades, que vêm até ao Estoril de 40 universidades de todo o mundo.

O acordo para a localização da academia em Portugal até 2021 já foi assinado e numa primeira fase o projeto vai instalar-se no Centro de Congressos do Estoril mas o objetivo é que depois se mude para o campus da Nova que está a ser construído em Carcavelos.