Como explicam os promotores, a plataforma recolhe diretamente aos dados de parceiros para fornecer preços reais de produtos e serviços, contornando assim a mecânica habitual deste tipo de sites que usa informação estática.


A ferramenta de comparação pode ser usada para seguros em diversas áreas (automóvel ou saúde, por exemplo), créditos (automóvel, pessoal, habitação), hotéis e preços de combustíveis.


A Compare o Mercado quer chegar a 50 mil utilizadores até ao início de 2015. A startup está a trabalhar numa aplicação móvel para Android e iOS.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico