SAPO Tek

Publicado por Casa dos Bits 28 Jun 2011 às 14:30

Texto maior Texto mais pequeno Mail Imprimir

Sugestão TeK: Conheça os sistemas alternativos ao Windows

O peso e domínio do Windows no mercado é inquestionável, mas existe cada vez mais curiosidade sobre soluções alternativas, especialmente depois de o Linux ter começado a apostar numa oferta mais simples, gráfica, funcional e acessível.

O Windows 7 conseguiu a proeza de levar alguns utilizadores a fazerem as pazes com o sistema operativo da Microsoft. As razões são várias: é mais intuitivo, mais funcional, e menos problemático que algumas das versões anteriores. Ainda assim, o mercado coloca à disposição alternativas cada vez mais fiáveis e viáveis, que têm conseguido derrubar alguns dos mitos e barreiras que anteriormente se impunham quando alguém pensava em trabalhar com um SO que não fosse o Windows.

Os sistemas Linux mais recentes apostam muito na simplificação da interface e na componente gráfica da mesma, e usam a internet e a nuvem como forma de aligeirarem o consumo de recursos das máquinas. No final, isto resulta numa solução capaz de oferecer um desempenho bastante superior em temos, por exemplo, de velocidade.

Actualmente existem 3 grandes sistemas alternativos ao Windows: o Mac OS, o Linux (que possui várias distribuições) e o Chrome OS da Google. Alguns deles são "velhos conhecidos" dos nossos leitores, mas há ainda muito que vale a pena descobrir.

Face ao Windows apresentam algumas diferenças, no entanto, garantem ao utilizador o acesso a todo um conjunto de ferramentas que permite satisfazer as necessidades básicas de qualquer pessoa: acesso ao email, a aplicações de processamento de texto, folha de cálculo e apresentações, navegação na Internet, ligação a redes exteriores, entre outras funções, sem terem de adquirir software de terceiros. Na maioria dos casos o que acontece é que a instalação de um Sistema Operativo alternativo não dá acesso apenas a um sistema operativo, mas a todo um leque de soluções que num ambiente Windows têm de ser adquiridas à parte.

O TeK foi à procura das novas versões destes sistemas e analisou quais as mais-valias que têm para oferecer.

A proposta da Apple: Mac OS X Lion
O Mac OS X Lion é a mais recente versão do sistema da Apple. Só vai estar disponível em Julho, mas a sua apresentação oficial ao mercado já deu a conhecer algumas das 250 novas funcionalidades que traz consigo.

Um dos pontos que merece destaque nesta nova versão é a aplicação Mail, que já inclui suporte integrado para Microsoft Exchange 2010.

Esta foi totalmente redesenhada e traz consigo novas funcionalidades, entre elas a Conversations que expõe mensagens relacionadas com grupos numa timeline de fácil navegação e uma área de pesquisas optimizada que sugere correspondências por pessoa, assunto e categoria à medida que escreve.

Nota ainda para a funcionalidade AirDrop, que encontra Macs próximos e configura automaticamente uma ligação wireless peer-to-peer para fazer com que a transferência de ficheiros seja simples rápida.

Mais do que apostar em novas soluções, esta versão procurou optimizar a produtividade. Um dos exemplo é a opção Versions, que grava automaticamente a história dos seus documentos à medida que os cria, e dá-lhe uma forma simples de navegar, reverter e até fazer o copy/paste de versões anteriores.

Com os novos gestos Multi-Touch o utilizador pode agora fazer scrolling , zoom in a uma página através do toque ou pinch dos dedos, mudar de página ou entre aplicações através de swiping , entre outras.

Mac Lion

Se não tiver à mão a aplicação que desejar, poderá recorrer à Mac App Store que sofreu igualmente algumas alterações aparecendo agora mais optimizada para este ambiente. As aplicações são automaticamente instaladas no Launchpad. Este último não só facilita a procura e lançamento de uma aplicação, como permite organizar aplicações em qualquer ordem ou em pastas e navegar por um número ilimitado de páginas de aplicações para encontrar o que quer.

A proposta da Apple assegura programas para as seguintes principais tarefas:

  • Email contactos e calendário - Mail, Address Book e iCal
  • Videoconferência – FaceTime
  • Gestão, criação e reprodução de fotos e vídeos – iPhoto, Photo Booth, iMovie
  • Internet – Safari
  • Cópias de segurança – Time Machine
  • Entretenimento – iTunes
  • Aplicações – Mac App Store

O Mac OS X Lion vai estar disponível em Julho como uma actualização do Mac OS X version 10.6 Snow Leopard, a partir da Mac App Store por 23,99 euros.

Linux: as distribuições Ubuntu e Fedora
A “fresquinha” versão do Ubuntu, a 11.04, trouxe muitas mudanças face à anterior versão, nomeadamente ao nível da interface. O Gnome foi substituído pela Interface Unity, que já tinha aparecido na Netbook Edition 10.10. Esta mudança não é vista com bons olhos por toda a comunidade, no entanto, está a receber críticas muito positivas por parte de muitos utilizadores.

A barra Launcher que aparece agora à esquerda do ecrã passa a reunir as aplicações mais usadas pelo utilizador. Um clique lança as aplicações, com o botão direito dá acesso às opções. O ambiente é todo ele mais gráfico.

O botão Dash, em cima a esquerda, coloca à disposição uma janela com todas as aplicações pastas e ficheiros, facilitando o acesso a praticamente tudo o que o utilizador pretenda.

ubuntu

Em termos de aplicações, o Ubuntu é um bom exemplo de um sistema operativo que é bastante mais do que isso, se o compararmos ao Windows ou ao próprio Mac OS. Para além das ferramentas de sistema, o utilizador tem à disposição todo um conjunto de aplicações que têm obrigatorimente de ser adquiridas nos outros sistemas. Eis alguns exemplos do que vem com o Ubuntu 11.04:

  • Armazenamento na nuvem, sincronização de ficheiros contactos e marcadores - Ubuntu One
  • Ferramentas de Office - LibreOffice (Writer, Impress,Calc)
  • Reprodutor de música – Banshee
  • Acesso a outras aplicações - software Centre.
  • Gestão de fotos – ShotWell
  • Mensagens instantâneas – Emphaty
  • Cliente de partilha de ficheiros – Transmission
  • Gravação de discos – Brasero
  • Email - Evolution
O Fedora 15, que saiu no dia 24 de Maio deste ano, é outro dos grandes nomes associados ao Linux. Mais popular entre ambientes empresariais, pela forte herança que partilha com o sistema RedHat, o Fedora é um sistema operativo baseado em Linux , totalmente gratuito, que traz consigo uma suite de software bastante completa.

Um dos exemplos é o Evolution, um programa de email cheio de recursos. Para além do tradicional calendário, gestor de tarefas, sistema de notas e livro de endereços, este programa permite também a visualização e sincronização de agenda de endereços e tarefas de serviços como Yahoo Calendar, o Google Calendar, o Google Contacts, entre outros, bem como adicionar várias contas.

Fedora

Um outro programa que merece destaque é o Empathy, um programa de mensagens instantâneas que suporta vários serviços em simultâneo, e chamadas VoIP. Por fim, o Fedora está desenhado para responder a algumas necessidades de utilizadores mais exigentes. Estes podem, por exemplo, aceder a ficheiros partilhados publicamente numa rede, e partilha-los através da sua máquina, via Bluetooth.

Pode ainda ligar-se a Área de Trabalho de amigos remotamente, ou transformar o computador pessoal num servidor e ligar-se a ele através de um computador portátil enquanto está a viajar. O Fedora inclui também um gestor de rede que facilita a ligação à internet através um access point, VPN corporativa, entre outros, e um gestor de energia.

De entre o vasto grupo de aplicações que integram este sistema destacamos:

  • Leitor de vídeo - Totem Movie Player (pode ser usado para transmitir vídeos pela internet).
  • Leitor de música - Rhythmbox
  • Editor de imagens – GIMP
  • Editor de gráficos vectoriais - Inkscape
  • Criação de layouts – Scribus
  • Programa de notas - Gnote
  • Ferramentas de Office – LibreOffice (Writer, Impress,Calc)
  • Reconhecimento de texto - GScan2PDF


A proposta da Google: Chrome OS da Google
O Chrome OS é apontado como um sistema operativo muito promissor. No entanto a Google tem vindo a adiar o grande lançamento oficial deste SO, que vai aparecendo alocado a alguns computadores portáteis. Mais recentemente foi disponibilizada uma release candidate.

Este sistema aposta claramente na internet e na nuvem. O acesso é feito através de um browser e a interface é extremamente simples. O Chrome OS não oferece o número de aplicações que os outros sistemas oferecem, mas garante um óptimo desempenho, um tempo de arranque recorde (8 segundos), e acesso às funcionalidades básicas que a maior parte das pessoas usa, como wi-fi .

chrome os

O utilizador tem acesso a todo o universo de soluções Google, o que significa que email, acesso a documentos e espaço de armazenamento são pontos garantidos pelo Gmail e pelo Google Docs. Uma vez que os documentos poderem ser guardados na nuvem, o acesso a estes últimos está sempre garantido a qualquer altura e através de qualquer equipamento, desde que tenha acesso à internet.

O sistema Google Print permite imprimir documentos em qualquer impressora conectada na internet, mesmo sem os drivers necessários, e as aplicações usam toda a área de trabalho, como qualquer software normal.

As aplicações necessárias podem posteriormente ser instaladas através da Chrome Web Store, semelhante à iTunes Store. A loja de aplicações tem milhares de soluções disponíveis que podem ser usadas offline.

Para já é possível acedermos a alguns demos e versões que andam a correr pela internet, mas nada de muito oficial… a mais recente release candidate pode ser descarregada neste site (também não oficial).

Linux made in Portugal: Caixa Mágica 16
Esta é a primeira versão da Caixa Mágica com uma base Debian, o que na prática significa que passa a estar à disposição do utilizador um conjunto muito vasto de software testado e garantido pela maior comunidade de Linux do mundo. A interface está bastante semelhante à do Ubuntu. O ambiente de trabalho é “limpo” e as aplicações/menus estão distribuídos pelas diversas barras de ferramentas.

Os programas listados em baixo vêm todos instalados por omissão na distribuição Caixa Mágica 16. Isto significa que, ao contrário do que acontece com o Windows, esta solução tem rapidamente acesso a todo um conjunto de programas que permitem trabalhar as mais diversas áreas.

Pode consultar o email através do Evolution, um programa que oferece uma interface em tudo semelhante à do Outlook. O acesso às aplicações de Office está garantido pelo conjunto LibreOffice 3.3, que inclui todas as ferramentas de produtividade mais comuns: Apresentacões, Folha de Cálculo e Processador de Texto. Todas estas aplicações importam documentos do Microsoft Office 95/98/2000/XP/2003/2007/2010.

Caixa mágica

Para ultrapassar a ideia de que apenas os profissionais da informática são capazes de gerir um ambiente Linux, a CM colocou à disposição o Centro de software Caixa Mágica que permite de uma forma simples instalar e remover programas.

A versão 16 foi desenhada para ser instalada para uso residencial ou profissional e pode ser descarregada no site da Caixa Mágica.

Esta nova versão passa a incluir o:

  • Browser: Firefox 4.0
  • Correio electrónico: Evolution
  • Aplicações Office: LibreOffice 3.3
  • Centro de software Caixa Mágica
  • Gestor de fotografias: Shotwell
  • Reprodutor de Música: Banshee
  • Reprodutor de vídeo: Totem
  • Gravação de CDs/DVDs: Brasero
  • Detecção automática de drivers proprietárias


Depois desta "revista", as opções ficam por conta dos leitores. Conhecer as alternativas é sempre bom, mesmo que depois as escolhas se mantenham com o sistema operativo da Microsoft.

Nota da Redacção: Devido a um erro no link no penúltimo parágrafo o texto tinha aparecido online cortado. Pedimos desculpa pela falha...


Vídeos

Votações

Todos os dias são lançadas milhares de aplicações novas para dispositivos móveis. Quantas apps já instalou no smartphone ou tablet?

VotarVer Resultados

Glossário

WebVer

Com. Teia, rede. Abreviatura de World Wide Web; geralmente aparece como “The Web”. ...

Glossário

Tags

4545 resultados
3137 resultados
1450 resultados
1128 resultados
541 resultados