Hoje é dia de atualizar o smartphone. E temos 6 aplicações gratuitas para “oferecer”

O universo das apps tem novidades todos os dias, sejam para Android, para iOS ou (por vezes) para Windows Mobile e o TeK faz questão de o ajudar a encontrar as melhores.

tek apps

Entre as propostas que fomos destacando ao longo da semana não podiam faltar conteúdos das “gigantes”, mas também made in Portugal, desde uma app que permite ver vídeos do YouTube com os amigos a outra que outra que serve para “controlar” o smartphone dos mais novos.

Conte também com jogos e até com uma ajuda para se libertar do vício do telemóvel. É só percorrer as próximas páginas.

 

Trabalhadores da Google criam app que permite ver vídeos do YouTube com os amigos

Chama-se Uptime e consegue sincronizar a reprodução de vídeos do YouTube em dispositivos diferentes, ou seja, permite que duas ou mais pessoas possam estar a ver o mesmo vídeo “em sintonia”.

A ideia saiu da Area 120, o “laboratório” da Google onde os funcionários da gigante da tecnologia podem “cozinhar” as suas ideias durante os tempos livres.

Nesta altura a Uptime só está disponível para utilizadores de dispositivos iOS e circunscrita aos Estados Unidos, algo que deve mudar em breve. Além disso, e embora seja gratuita, de momento também é necessário um convite que só aqueles que já usam podem enviar.

É possível criar grupos e, ao estilo de uma (pequena) rede social, é possível trocar de mensagens com o amigo ou amigos durante a reprodução do vídeo, assim como interações com emojis.

Siga para a próxima página e veja a próxima app.

Letras são as peças que faltam na resolução destes puzzles

O unWorded é um jogo independente e premiado que reúne dezenas de puzzles onde as peças em falta vêm todas do alfabeto.

Este é um dos jogos independentes que figurou na maioria dos lotes de nomeados para os muitos prémios que foram atribuídos à categoria em 2016. Chama-se unWorded, é um jogo de puzzles que acompanha uma narrativa estruturada, e tem muito, se não tudo, a ver com letras.

Com um design minimalista, que faz das silhuetas a sua ferramenta principal, o unWorded apresenta um conjunto de situações onde falta sempre uma peça para que a história se desenrole. Neste caso, os elementos em falta são sempre letras, não pelo seu valor literário, mas porque a forma que cada uma delas apresenta também serve à resolução de outros problemas: um J pode servir como pega de um guarda chuva, um H pode ser a chaminé que falta num navio, um U invertido pode ser um túnel para um comboio atravessar uma montanha.

O jogo custa 3,99 euros e está disponível para Android e iOS.

Siga para a próxima página e veja a próxima app.

E que tal uma app com puzzles matemáticos para estimular o raciocínio?

As capacidades de observação e raciocínio matemático são obrigatórias para conseguir ultrapassar os desafios do Thingo um puzzle matemático desenvolvido nos Açores que também põe a sua paciência à prova.

De funcionamento simples e com um design minimalista, o Thingo é a nova aplicação desenvolvida pela Apps do Corisco e esteve nomeado para as 50 melhores apps portuguesas de 2016, uma lista da APTOIDE.

O jogo tem 4 modos, com um funcionamento igalmente simples, desafiando os utilizadores a encontrar números no cartão que contenham digitos iguais ao número proposto, cuja soma ou subtração de dois algarismos corresponda ao número na zona central. Depois é começar a eliminar cartões.

No jogo online pode ganhar moedas mas também é possível manter-se offline e ir ultrapassando os desafios. A app não tem um sistema de compras integrado e todos os dias há bonus de moedas e prémios por ser um jogador intensivo.

A app está disponível para download gratuito na loja Google Play.

 

Siga para a próxima página e veja a próxima app.

Family Link: uma app para controlar o smartphone dos mais novos

É uma das apostas mais recentes da Google, uma aplicação de controlo parental especificamente para quem tenha menores de 13 anos à sua guarda.

Através da Family Link a gigante da tecnologia possibilita que os pais “acompanhem” algumas das atividades dos filhos no smartphone ou tablet, nomeadamente aprovando ou bloqueando conteúdos.

Além disso permite monitorizar o tempo gasto com as aplicações instaladas a partir da Google Play, apresentando relatórios de atividade mensais ou semanais, assim como definir limites diários de utilização ou bloquear remotamente o dispositivo do seu filho quando for hora de estudar ou de dormir.

Há ainda hipótese de gerir remotamente configurações e conteúdo do Google SafeSearch e do YouTube Kids, ver a localização do dispositivo e permitir que um segundo membro da família possa ter o mesmo tipo de controlo sobre a conta da criança.

Isto tudo faz-se pela ligação da conta Google de um dos progenitores a uma conta Google criada através da Family Link, para os mais novos. De qualquer forma, de momento a nova aplicação, que funciona por convite, ainda só está disponível para Android e nos Estados Unidos.

Siga para a próxima página e veja a próxima app.

Etsy: faça em casa, venda online

Sabe aquelas feiras de artesanato que acontecem no centro da cidade no primeiro domingo de cada mês? É isso, mas em app. E em permanência, claro.strong>

Se tem umas mãos hábeis e uma mente igualmente criativa, talvez esta aplicação lhe venha a dar jeito. Chama-se Etsy, está disponível de forma gratuita para Android e iOS, e funciona como uma grande feira de artesanato onde pode comprar artigos ou montar a sua loja para vender as suas criações.

As compras e as vendas são sempre tratadas diretamente com o vendedor ou o cliente interessado. E a empresa orgulha-se disso. De acordo com a Etsy, esta dinâmica de contacto e criatividade torna esta aplicação num mercado único onde se encontram peças dos quatro cantos do mundo, únicas e repletas de personalidade.

A comunicação, de resto, é talvez a sua maior ferramenta. Uma vez em contacto com um artesão, o cliente não só pode encomendar artigos, como pode solicitar que este produza uma unidade com as alterações solicitadas.

A aplicação permite-lhe ainda "gostar" dos produtos visualizados e, tal como o Pinterest, criar álbuns temáticos. Após algum tempo, a app analisa os seus gostos e começa a recomendar-lhe alguns produtos que se enquadrem nas preferências manifestadas em navegação, quer seja pelas compras que efectuou, ou pelos artigos que mereçeram o seu "like".

Este mercado já conta com uma comunidade de 20 milhões de utilizadores.

Siga para a próxima página e veja a próxima app.

 

Esta app propõe que se liberte do vício do telemóvel e desfrute dos prazeres simples da vida

Quantas vezes verifica o telemóvel por hora? Provavelmente mais do que pensa, e muito mais do que seria desejável. A app BreakFree oferece-lhe uma solução para se libertar do vício.

A lógica aplica-se ao utilizador mas também se pode estender a outros membros da família, sobretudo aos mais novos que passam o tempo "agarrados" aos ecrãs.

O primeiro passo é identificar o nível de dependência. Os adultos consultam o smartphone uma média de 110 vezes por dia, o que resulta num "acordar" do ecrã e verificar as notificações a cada 13 minutos. E em muitos casos a taxa sobre para uma vez a cada 6 segundos, como indicam os criadores da app.

Consoante o nível de utilização a aplicação BreakFree atribui uma nota e um nível de dependência, com pontuação verde até 40 pontos mas que sobe a amarelo até aos 70 pontos. Mais do que isso a nota é vermelha e saberá que está em apuros.

Não deixa de ser curioso que para controlar o vício de usar o telemóvel se possa recorrer a uma app... para telemóvel, mas a verdade é que existem várias propostas semelhantes para quem necessita de reduzir a dependência da vida digital.

Entre as funcionalidades propostas está a monitorização do estilo de utilização e o controle do uso diário, semanal ou mensal, com avisos "simpáticos" sempre que excede as metas definidas.

Nos smartphones Android tem ainda a possibilidade de desligar os dados de ligação à internet, dejeitar chamadas telefónicas e enviar mensagens de SMS automáticas como resposta, o que pode ser definido de acordo com um calendário pré-escolhido.

A aplicação está disponível para download gratuito na loja da Apple para dispositivos iOS e da Google para smartphones e tablets Android.

Votação TeK

Já tem uma PlayStation 4 Pro ou está à espera da Xbox Project Scorpio?

  • Já tenho a PS4 Pro mas estou curioso para conhecer a nova Xbox

    10%

  • Estou à espera da Project Scorpio para voltar a investir numa consola

    14%

  • Não tenho a PS4 Pro mas também não tenho interesse na próxima Xbox

    35%

  • Prefiro jogar no computador

    38%