Serviço Google Indoor Maps chega hoje a Portugal

Esta plataforma da tecnológica norte-americana permite que os utilizadores consultem as plantas dos edifícios para que possa haver uma melhor orientação. A iniciativa arranca em Portugal com 49 locais mapeados.

Serviço Google Indoor Maps chega hoje a Portugal
A Google conhece e dá a conhecer o mundo como ninguém. Tem o Google Earth, tem o Google Maps, tem o Google Street View e tem serviços menos conhecidos como o Field Trip que alertam os utilizadores em tempo real para os espaços de renome à sua volta. Tem até um jogo de geolocalização com uma vasta base de seguidores: o Ingress.

A empresa norte-americana tem ainda outra iniciativa, o Google Indoor Maps, que disponibiliza a planta dos edifícios para que as pessoas consigam conhecer o espaço com antecedência e possam por lá andar de forma mais orientada. E quem diz espaço diz qualquer local, seja um centro comercial, um monumento de interesse nacional ou até uma instituição de ensino.

Hoje, 13 de janeiro, o Google Indoor Maps fica disponível em Portugal e com 49 localizações: Palácio Nacional de Queluz, Palácio de Monserrate, Palácio Nacional de Sintra, Palácio da Bolsa do Porto, Fundação Calouste Gulbenkian, Centro de Arte Moderna, Museu da Marinha, Centro de Congressos do Estoril, Estádio do Dragão, 13 estações de comboio e 17 estações de metro são alguns dos locais disponíveis. A lista completa pode ser consultada aqui.



Há uma outra localização que também vai estar no Google Indoor Maps e que mostra o potencial da ferramenta: o Instituto Superior Técnico, em Lisboa, tem disponível a planta dos vários edifícios e tem identificadas as mais de cinco mil salas que compõe o complexo de ensino.

E esta informação está integrada na aplicação do IST, a FenixEdu, que permite associar as plantas ao calendário dos alunos. Assim será sempre possível saber onde vão ser as aulas ou os exames. Tudo à distância de alguns toques.

O serviço Indoor Maps está disponível na aplicação móvel do Google Maps para iOS e Android. Os mapas interiores são automaticamente apresentados no telemóvel quando um utilizador faz a ampliação de um local na aplicação, havendo depois a possibilidade de definição de locais favoritos – salas onde se tem mais aulas ou as lojas onde se faz compras com mais regularidade.

Todos podem contribuir
Além do serviço para o utilizador final, os interessados vão poder submeter os mapas de interiores dos edifícios para que a base de locais em Portugal continue a aumentar.

Basta para isso cumprir os requisitos de submissão e consultar toda a informação relativa ao processo na página oficial.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Votação TeK

Já tem uma PlayStation 4 Pro ou está à espera da Xbox Project Scorpio?

  • Já tenho a PS4 Pro mas estou curioso para conhecer a nova Xbox

    9%

  • Estou à espera da Project Scorpio para voltar a investir numa consola

    15%

  • Não tenho a PS4 Pro mas também não tenho interesse na próxima Xbox

    36%

  • Prefiro jogar no computador

    38%