Domingo, diz a tradição, é dia de aplicações. Seis, para sermos mais precisos. E esta semana, tal como em todas as outras, o Tek traz-lhe seis diferentes propostas que podem dar uma nova vida ao seu smartphone.

Para começar mostramos-lhe a versão digital de um dos jogos de tabuleiro mais populares de sempre, seguimos com uma caderneta eletrónica onde pode colecionar cromos e uma nova atualização no Google Maps que agora lhe permite partilhar a sua localização com outros contactos. Uma câmara fotográfica com filtros de outros tempos, um diário de sintomas para as alergias da Primavera e uma aplicação para guardar conteúdos com que se cruza online, completam o leque de apps desta semana.

Siga pelas próximas páginas e conheça melhor as nossas sugestões.

 

Cluedo: os assassinos pegaram nas armas e saltaram dos tabuleiros para os smartphones

É um dos jogos de tabuleiro mais populares de sempre e tem agora uma versão digital que muito em breve ganhará um modo multiplayer.

Lembra-se do Cluedo? O famoso jogo de tabuleiro onde tem de investigar um assassinato e descobrir quem o cometeu, com que arma e em que divisão de uma enorme mansão que serve de cenário a todo o mistério? É, o jogo na verdade dispensa apresentações. Com mais de 100 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, o Cluedo é um dos jogos de tabuleiro de maior sucesso, passando agora da mesa, para os smartphones de todos aqueles que tiverem um Android ou um iOS.

Nesta versão digital as regras mantêm-se e a história que encena todo o jogo também. O jogador desempenha o papel de um detetive que investiga a morte de um homem. Para o resover terá de escolher um de seis suspeitos, uma de seis armas possíveis e apontar em qual das nove divisões ocorreu o ataque. Com um peão, o utilizador tem de se ir deslocando ao longo de toda a casa para, por meio de tentativa-erro, descobrir qual a combinação que se encaixa na realidade, indicando quem(?), onde(?) e com que objeto(?) é que foi assassinada a vítima. Ganha quem acertar primeiro.

O jogo tem o preço de 3,99 euros e o Marmalade Game Studio, responsável pelo desenvolvimento deste título, avisa: o modo multiplayer será lançado em breve.

Siga para a próxima página e veja a próxima app

Colar cromos em cadernetas é coisa do passado. Agora há uma app para isso

Os saudosistas podem dizer que não é a mesma coisa, mas a Colara quer recuperar o entusiasmo dos colecionadores de cromos através de uma aplicação para Android e iOS

A ideia é somar cadernetas em modo digital, e com um investimento mais reduzido do que o habitualmente necessários para completar as tradicionais cadernetas de cromos.

A Colara permite escolher as cadernetas, obter as saquetas e colar os cromos, trocá-los e fazer a coleção, tal como antigamente, mas de modo mais ecológico e económico.

Com o Colara é possível "colar" cromos e há empresas portuguesas envolvidas no desenvolvimento,  com as caricaturas do plantel principal do Sport Lisboa e Benfica, as aventuras da mascote Jubas do Sporting Clube de Portugal e a Fundação Gil a fazerem parte das coleções disponibilizadas na plataforma.

A Bold, a Carbon e o caricaturista Ricardo Galvão figuram na lista de créditos da app que está disponível de forma gratuita para iOS e Android.

Siga para a próxima página e veja a próxima app

Partilhar onde está “agora” a partir do Google Maps

“Por onde andas?" vai passar a ser uma pergunta fácil de responder e "mostrar" para quem usa os mapas da Google. Isto porque a gigante tecnológica se prepara para acrescentar localização em tempo real ao serviço.

Seja a partir da aplicação para Android ou para iOS, seja na versão para desktop, muito em breve vai poder mostrar a amigos e familiares onde está em determinado momento e quando vai chegar ao seu destino a partir do Google Maps.

Sempre que quiser que alguém saiba onde está, basta abrir o menu lateral ou clicar o ponto azul que mostra a sua localização. Depois é clicar em “partilhar localização” e selecionar com quem quer partilhar tais dados e por quanto tempo.

Poderá partilhar a sua localização em tempo real com os seus contactos Google ou mesmo partilhá-la com os seus amigos e familiares através das suas apps de messaging favoritas, usando o link.

Quando estiver a partilhar a sua localização, as pessoas escolhidas poderão vê-lo no mapa delas. E o utilizador verá um ícone no seu próprio mapa a lembrá-lo que a partilha da sua localização está ativa. A qualquer momento poderá cancelar a partilha da sua localização.

Siga para a próxima página e veja a próxima app

Ektacam: tire fotografias à moda antiga com o seu smartphone

Esta é uma aplicação recente que ressuscita algumas das câmaras mais populares do século passado através de um conjunto de filtros fotográficos que vão deixar as suas imagens com um toque mais analógico.

É pelas mãos da FGAE, a empresa responsável pelo desenvolvimento da popular aplicação fotográfica FV-5 Camera, que chega à Play Store uma nova app que promete ressuscitar dezenas de câmaras analógicas que fizeram sucesso no século passado. A app chama-se Ektacam e é semelhante a muitas outras que reúnem filtros fotográficos analógicos no seu rol de opções de edição, mas, ao contrário destas, os filtros, que estão aqui disponíveis às dezenas, têm o mesMo nome das câmaras e dos rolos cujos efeitos tentam simular.

Todos os filtros remontam para uma era mais analógica e há opções provenientes de várias marcas. Polaroid PX70, Fuji 400H e Kodak 2383 são apenas alguns dos filtros disponíveis gratuitamente, mas há outros que podem ser adquiridos através de transações in-app.

A Ektacam apresenta ainda algumas opções de configuração e suporte para a câmara frontal e flash.

A app é gratuita e está disponível para Android.

Siga para a próxima página e veja a próxima app

As alergias da Primavera começaram a atacar? Há uma app para isso

Parece que não há nada que as apps do smartphone não se proponham resolver. Até as alergias. O Diário da Alergia pode não ajudar a curar a doença mas permite controlar a evolução dos sintomas.

A app foi desenvolvida por uma equipa de investigadores internacionais da MACVIA-ARIA que integra também cientistas portugueses e está disponível em língua portuguesa, permitindo manter um registo diário da rinite alérgica, também conhecida como febre dos fenos, dos sintomas de asma e ainda da medicação tomada.

A funcionar para equipamentos iOS e Android, a aplicação é simples de usar e os registos usam uma escala de classificação simples, que ajuda a monitorizar os sintomas e se a medicação é a mais adequada de acordo com a evolução das reações, ou seja dos níveis de espirros e comichões habituais nestes casos.

Como não podia deixar de ser, há gráficos fáceis de ler e a possibilidade de definir alertas para tomar medicamentos. O objetivo dos criadores do Diário de Alergias é que no futuro seja introduzido um sistema de geo localização que permita comparar os padrões com outros doentes na mesma área, ou emitir alertas se estiver previsto o agravamento de alergias na zona geográfica onde se movimenta.

Segundo os dados da Associação Portuguesa de Asmáticos, a rinite afeta mais de 2 milhões de portugueses, com a asma a atingir cerca de 4 em cada 10 destes doentes. A associação já recomendou a utilização desta app cujos dados podem ser usados pelos investigadores, de forma anonimizada, para perceber melhor a evolução da asma e da rinite e a eficácia dos tratamentos atuais.

A app pode ser descarregada gratuitamente na App Store da Apple e na loja Google Play para equipamentos Android.

Siga para a próxima página e veja a proxima app

Shout chega para ajudar a guardar e partilhar conteúdos “gritantes”

É normal encontrarmos notícias ou publicações nas redes sociais que gostamos de rever mais tarde com mais atenção, ou mesmo que nos apetece partilhar com os amigos – ou seguidores. E é para isso que a Shout serve.

O princípio é idêntico ao de outras aplicações do mesmo género, sendo possível criar listas, consoante os temas de interesse, tipo de conteúdos ou fonte.

Essas listas podem ser privadas, para usufruto próprio ou para partilha com amigos “selecionados”, colaborativas, onde várias pessoas contribuem com sugestões, ou públicas. Também é possível seguir as listas tornadas públicas por outros utilizadores da aplicação.  

A Shout é gratuita, sem publicidade, e está disponível para iOS. Embora não exista para Android, tem versão para Chrome.