A nova HP Sprocket chega demasiado tarde para ser a primeira impressora portátil do mercado, mas chega mais do que a tempo para ser uma das mais práticas do segmento. Apresentada esta manhã à imprensa, num evento onde o Tek marcou presença, a nova máquina da tecnológica norte-americana surge "para estimular criatividades" e para "materializar momentos".

O tamanho é a característica que mais salta à vista. Com 170 gramas de peso e com dimensões pouco mais robustas do que as de um smartphone comum, a Sprocket cabe perfeitamente num bolso, numa mochila ou numa mala de mão sem ser muito incómoda.

E a facilidade de utilização da máquina tem igual paralelo na assemblagem e preparação das impressões. Sublinha-se que funciona sempre emparelhada com um smartphone e que as fotografias têm de ser enviadas diretamente do mesmo. Para facilitar a interação entre as máquinas, a HP criou até uma aplicação dedicada que serve de ponte entre ambas. No entanto, as suas funcionalidades estendem-se por uma interface onde também é possível tirar fotografias, editar, repescar imagens dos álbuns do telefone e partilhar diretamente nas redes sociais.

A montagem do papel é feita através do tampo superior da impressora em três passos: desliza-se a tampa para trás para a desmontar, coloca-se o papel com o cartão azul de calibração voltado para baixo e volta-se a fechar a tampa. Depois disto, pode escolher uma fotografia e imprimir.

De acordo com João Cajuda, blogger de viagens que está a utilizar a impressora há já vários semanas, cada impressão demora cerca de 9 segundos a terminar. A qualidade está dependente da qualidade da fotografia.

O sucesso da Sprocket está já atestado pelos primeiros resultados no mercado. "Nos últimos meses vendemos mais unidades desta impressora do que de algumas impressoras de fotografia A4", disse o responsável da HP pelo departamento de equipamentos de impressão, Paulo Matos.

Com um preço de 149 euros, a HP Sprocket já chegou às lojas, mas, por enquanto, a versão branca é a única disponível em Portugal - a preta será lançada brevemente. O papel de fotografia, também ele desenvolvido pela marca norte-americana, custa 11,99 euros por 20 folhas autocolantes (5cm x 7,6cmm), mas a empresa vai colocar à venda um pack de 50 folhas por 29,99.