Esta sexta-feira assinala a chegada de um dos gadgets mais antecipados do ano. O iPhone 7 e o 7 Plus, que foram apresentados no passado dia 7 de setembro, vão, a partir de hoje, figurar nas prateleiras das lojas de um lote inicial de 26 países onde Portugal se insere pela primeira vez.

No entanto, se está a pensar sair de casa para comprar um destes, é melhor apressar-se. Desde o passado dia 9, altura em que se iniciaram as pré-reservas, vários modelos esgotaram e online as entregas de algumas configurações estão agora previstas para novembro na loja oficial da Apple.

Na Vodafone, por exemplo, a versão Plus deste novo iPhone esgotou em todas as opções de armazenamento (32GB, 128GB e 256GB) logo no primeiro fim-de-semana após a apresentação, uma tendência acompanhada mais tarde pelo iPhone 7 de 128GB em Rosa-Dourado e pelo modelo Preto Brilhante de 256GB. Os modelos podem mesmo assim estar disponíveis em loja, mas o Tek não conseguiu apurar, ao certo, o número de unidades disponibilizadas para venda.

Por outro lado, aconselhamo-lo também a levar dinheiro. E muito, até porque este é o smartphone mais caro que a Apple alguma vez produziu. Em Portugal, os preços oscilam entre os 769,91€ e os 1139,99€, mais 640€ do que o iPhone 3G lançado em 2008 pela marca.

Mas a par do novo telefone da tecnológica de Cupertino chega também o novo sistema operativo da tecnológica de Cupertino que, embora esteja disponível para download desde o passado dia 13, tem neste iPhone 7 o seu hospedeiro de raíz.

Ainda se recorda de todas as novidades que vão chegar com estes produtos? O Tek reaviva-lhe a memória:

Veja as novidades do iPhone 7 e iPhone 7 Plus

Recorde as características do iOS 10