Aipoly: uma aplicação que quer ser os olhos de quem não vê

A Aipoly Vision tira partido da inteligência artificial para identificar objetos e na “memória” tem centenas de opções, conseguindo identificar até três imagens por segundo.

tek Aipoly

Na versão gratuita da app é possível identificar mil objetos, na versão para subscrição o número de opções aumenta. Há por exemplo cerca de duas mil plantas e animais catalogados, um milhar de pratos ou ingredientes. A Aipoly também pode dar informação sobre dinheiro, mas de momento só funciona com dólares.  

Também reconhece cores, por isso pode ser útil, não apenas para quem não vê, como também para quem tem dificuldades em distinguir cores e funciona mesmo sem uma ligação à internet ativa.

No futuro, os criadores da aplicação querem torná-la capaz de identificar cenários complexos, percebendo a relação entre os vários objetos que podem ser enquadrados numa mesma imagem. Um exemplo, identificar “um cão ao lado de um poste”.

Mas a evolução da app não está só a cargo dos programadores que a criaram. Qualquer pessoa pode contribuir para alargar a base de objetos “catalogados” fixando um na imagem e escrevendo uma descrição.

Para já a Aipoly está disponível apenas para iOS, mas a versão para Android já está a caminho. Outra limitação da versão atual é a língua. Ainda não há uma versão em português.

Nokia 3310

O Nokia 3310 recupera a nostalgia de uma das primeiras gerações de telemóveis. Está disposto/a a comprar um?

Mais informação

  • Sim e vou abandonar o meu smartphone

    19%

  • Sim, mas só para jogar Snake

    10%

  • Vou oferecer a alguém

    10%

  • Não, é só um "dumbphone"

    59%