E se um robot o abordar na rua? Isso pode ser o FROG do ICT2015

A Praça do Comércio em Lisboa foi ocupada pela ciência com o ICT 2015. Alguns dos melhores projetos de I&D europeus estão abertos à curiosidade do público que é abordado por um robot concebido em Portugal e que não deixa ninguém indiferente.

tek ict 2015 frog

A exposição interativa foi inaugurada ontem e mantém-se no centro da cidade até dia 22, mantendo um espaço aberto a todos os que queiram explorar algumas das iniciativas que resultam do investimento europeu em investigação e desenvolvimento científico. Entre robots, investigação sobre grafeno e água inteligente há muito para conhecer na ilha, que estreia um novo conceito de abertura e funciona em paralelo com o evento ICT 2015 – Innovate, Connect, Transform, que decorre a partir de manhã no Centro de Congresso de Lisboa.

O ICT2015 é a principal conferência e exposição sobre TIC na europa, e este ano Lisboa foi selecionada como a cidade de acolhimento. Ao todo são mais de 6 mil participantes e investigadores ligados às TIC para mais de uma centena de conferências e um espaço de exposição onde dominam as "ilhas" portuguesa, europeia e internacional. 

No centro de Lisboa, na Praça do Comércio, uma pequena mas relevante mostra dos projectos que vão estar em destaque no ICT2015 abriu ontem numa tenda de visita aberta.

São cinco projectos que os visitantes vão poder conhecer e explorar, contando com a ajuda dos investigadores que estarão presentes para responder às questões. Mas fora da tenda os mais distraídos são "pescados" pelo FROG, um robot que também tem tecnologia portuguesa e foi criado para atividades educativas mas que aqui interpela os transeuntes e turistas que visitam esta praça.

 

 

Já dentro da tenda robot Alfred é um dos “anfitriões” que pode interagir com o público. Este robot é um dos elementos de um projecto que pretende melhorar a interacção com pessoas idosas, com um interface de comunicação de voz.

Mas há mais para conhecer, como o EASY-IMP, um projecto que visa o desenvolvimento de metodologias, ferramentas e plataformas para criação de produtos personalizados, como roupa inteligente, ou o EMOTE, desenvolvido por investigadores portugueses que implementa tutores robóticos como instrumentos facilitadores de aprendizagem.

Dentro da mostra há também uma demonstração do potencial do Grafeno, com a exposição Graphene Flagship que tem experiências e a aplicabilidade deste material a diferentes objectos, desde lâmpadas a ecrãs flexíveis; e a presença do ICT4Water, que conjuga 15 projetos ligados ao desenvolvimento de tecnologias para a gestão inteligente da água. 

O evento ICT2015 é fechado, obrigando a registo prévio, e as inscrições já estão encerradas. Nos três dias vão realizar-se várias sessões plenárias e conferências paralelas, com 127 oradores convidados, 120 sessões de networking, e uma exposição de mais de 5 mil metros quadrados para a qual foram seleccionados 150 projetos, 10 dos quais com participação portuguesa, sendo 5 liderados por equipas de investigação nacionais.

Nokia 3310

O Nokia 3310 recupera a nostalgia de uma das primeiras gerações de telemóveis. Está disposto/a a comprar um?

Mais informação

  • Sim e vou abandonar o meu smartphone

    19%

  • Sim, mas só para jogar Snake

    10%

  • Vou oferecer a alguém

    10%

  • Não, é só um "dumbphone"

    59%