MWC17: Lenovo Phab 2 Pro já leva realidade aumentada às empresas com ajuda do Tango

A tecnológica chinesa lançou o primeiro smartphone com o sistema de realidade aumentada da Google integrado e deu o mote para o desenvolvimento de aplicações que misturam o mundo físico com o real. Em Barcelona, ficámos a conhecer alguns dos primeiros exemplos.

tek lenovo phab 2 pro

 A Lenovo é uma das marcas que melhor se tem relacionado com o Project Tango da Google. Com o lançamento do Phab 2 Pro no passado mês de novembro, o primeiro smartphone de sempre a integrar o sistema de realidade aumentada da tecnológica de Mountain View, a empresa abriu caminho ao desenvolvimento de uma série de aplicações que mostram a aplicabilidade real de sistemas como este.

Ao contrário do que se pensa, a realidade aumentada não serve apenas para jogar Pokémon Go. Com um sistema como o Tango, que possibilita o reconhecimento espacial e a sobreposição de figuras digitais ao espaço físico, as utilizações possíveis desta tecnologia expandem-se por vários sectores e possibilidades.

A BMW, a Nescafé, a Wosomtech e a Lenovo mostraram-nos como nesta edição do Mobile World Congress.

BMW
A fabricante automóvel desenvolveu uma aplicação que permite levar dois dos seus veículos para dentro de sua casa.

Com a ajuda dos sistemas de reconhecimento espacial, a app da BMW consegue colocar modelos tridimensionais do i3 e do i8 na divisão onde se encontra. A ideia, no entanto, não é observar um carro hirto à sua frente através do ecrã do seu telefone, mas interagir com ele. Nesta aplicação, as portas dos automóveis podem abrir-se, o rádio pode ser ligado e as luzes também. É possível entrar dentro dele e andar à sua volta para o observar de todas as perspectivas.

De acordo com a empresa, esta é, sobretudo, uma forma de ficar a conhecer um carro sem ter de sair de casa para se dirigir a um stand. As imagens são de alta definição e ajudam a tornar a experiência mais fidedigna. Não substitui uma visita real, claro, mas funciona perfeitamente enquanto alternativa para quem não tem a oportunidade de o experimentar no mundo real.

Outro dos pormenores positivos é que os carros são personalizáveis. A cor exterior, o tecido utilizado nos estofos e o próprio modelo dos bancos. Na verdade, esta é uma versão adaptada à realidade aumentada da experiência que é possível de obter no site da marca, mas em que o pormenor da tridimensionalidade faz toda a diferença.

Nescafé
A proposta da Nescafé não é muito diferente da apresentada pela BMW, no entanto, em vez de desenvolver um simples expositor tridimensional, a marca suíça aposta na construção de uma verdadeira loja em realidade aumentada onde os utilizadores poderão aplicar produtos em sua casa e comprá-los diretamente na aplicação.

Numa demonstração feita em Barcelona, utilizámos o Phab 2 Pro para selecionar uma máquina de café, apontámos o smartphone para a superfície onde a queríamos colocar e personalizámo-la a gosto. Depois foi possível experimentar os mecanismos da mesma. Ligámo-la, abrimo-la e tirámos um expresso. Tudo com cliques nos botões certos através do ecrã do smartphone, claro.

Não avançámos para a compra do equipamento, mas o programa permitia que o fizéssemos. Diretamente na aplicação, com pagamento móvel, onde também podíamos adquirir de forma igualmente fácil um conjunto de cápsulas de qualquer qualidade.

A app foi desenvolvida em parceria com a Accenture Interactive e de acordo com a empresa, a ideia é imergir os clientes numa experiência retalhista interativa fornecida ao domicílio. Neste caso, a Nescafé quer permitir que os utilizadores experimentem as máquinas em sua casa e as personalizem de acordo com a divisão onde a pretendem colocar.

EasyBuild
Esta é uma aplicação mais complexa que pode ser utilizada por arquitectos e decoradores para remodelar espaços com propostas que podem ser pré-visualizadas em realidade aumentada.

A utilização, no entanto, é amiga do utilizador comum. Com a ajuda dos sistemas de reconhecimento espacial do Tango, o utilizador só terá de scanear uma divisão, delimitá-la com marcadores nas paredes e proceder à instalação e redimensão de móveis que estão disponíveis num catálogo integrado na app. É possível alterar as cores dos móveis, das paredes, do chão e os tecidos utilizados em cada um deles. As medidas das paredes e as distâncias às mesmas também são detalhadas relativamente à sua posição no espaço.

Os projetos podem depois ser guardados em versões de leitura para software profissional como o AutoCAD.

Disse a WosomTech que os projetos podem também ser guardados na cloud e apresentados em qualquer espaço através de um smartphone como o Phab 2 Pro.

Acompanhe todas as novidades do Mobile World Congress com o TeK, que esteve no terreno em Barcelona a fazer a cobertura do maior evento de dispositivos móveis do mundo.

Nokia 3310

O Nokia 3310 recupera a nostalgia de uma das primeiras gerações de telemóveis. Está disposto/a a comprar um?

Mais informação

  • Sim e vou abandonar o meu smartphone

    19%

  • Sim, mas só para jogar Snake

    10%

  • Vou oferecer a alguém

    10%

  • Não, é só um "dumbphone"

    59%