Apesar de Call of Duty estar já há vários anos a preencher o seu catálogo com jogos que se situam num futuro distante, os fãs são (quase) unânimes quanto ao desejo de ver a franquia voltar atrás na história. O recente sucesso de Battlefield 1 deve-se em muito à satisfação dessa necessidade. E CoD, pode agora ser o próximo grande first person shooter a adaptar mais uma aventura a um conflito histórico.

De acordo com a Eurogamer, o jogo deste ano de Call of Duty vai desenrolar-se em várias batalhas da Segunda Guerra Mundial. O rumor começou a circular depois de um youtuber receber um conjunto de imagens por parte de uma fonte anónima. As imagens mostram o que parece ser um conjunto de pósteres conceptuais criados para publicitar o jogo e aquelas que poderão ser as caixas metálicas de colecionador. E neste caso, salta à vista o "WWII", que remete para World War II (Segunda Guerra Mundial) e um cenário que se assemelha ao cenário da batalha que ocorreu durante o desembarque na Normandia.

Apesar de ainda não ter sido oficializado, a própria Activision disse no passado mês de fevereiro, durante uma conferência para acionistas, que depois de Infinite Warfare não ter tido a receção esperada dos jogadores, a franquia estaria pronta a regressar às suas origens. Os primeiros três jogos de Call of Duty passavam-se na Segunda Guerra Mundial.