A família Magalhães ganhou um novo elemento em forma de tablet. O mg5t é um dispositivo de grandes dimensões com suporte para caneta stylus, mas o destaque do novo equipamento da JP Inspiring Knowledge está no conjunto de aplicações de vertente educacional que têm a chancela da Intel.


O ES LabCam por exemplo é um software que faz uso de uma microlente de aumento que vem equipada no tablet e que permite transformar uma das câmaras fotográficas numa espécie de microscópio.





O dispositivo móvel tem ainda aplicações para leitura de livros digitais, tem aplicações próprias que fazem proveito da caneta stylus - como a MyNote e MyStylus -, e há também um programa antirroubo.


Além do software criado pela Intel com foco na produtividade do ensino, o tablet Magalhães vem ainda equipado com a versão 4.0 do Android.


A nível de especificações há um ecrã de 10 polegadas com resolução HD, processador de um núcleo a 1,6Ghz e 1GB de RAM, 16GB de armazenamento interno e entrada para cartões microSD. O peso do tablet ronda os 700 gramas.





Tal como acontece com os modelos anteriores de computadores e tablets Magalhães, a JP IK teve especial preocupação na construção do mg5t. Com cantos arredondados e resistência ao choque, ao pó e à água, até os miúdos mais irrequietos podem utilizar o tablet sem preocupações de maior.


Destinado para crianças entre os 5 e os 12 anos de idade, o mg5t está à venda por 199 euros.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico