Contrabando aéreo nas prisões britânicas obriga à constituição de equipas anti-drone

Desde o ano passado já foram condenadas pelo menos quatro pessoas por crimes relacionados com o contrabando com drones. Drogas e telemóveis são os produtos mais intercetados nesta via.

tek drones a voar

O Reino Unido está a ser palco de um novo fenómeno de contrabando nas prisões. De acordo com as autoridades britânicas, estão a ser utilizados drones para passar, ilegalmente, objetos para dentro das prisões.

Em 2015, diz a Associated Press, foram registadas 33 ocorrências de contrabando com drones depois de em 2014 só terem sido contabilizadas duas ocasiões. Em 2013, nenhuma.

O aumento no número de incidências deu agora origem a uma nova equipa de combate ao contrabando dentro dos estabelecimentos prisionais do Reino Unido que vai ficar inteiramente responsável por detetar estes aparelhos, capturá-los e ligá-los a um possível dono de forma a responsabilizá-lo legalmente.

No último ano, a polícia britânica chegou mesmo a condenar dois contrabandistas que faziam chegar os seus produtos ao interior da prisão com a ajuda de drones. Os dois homens, acusados no âmbito destes processos, foram condenados a seis e quatro anos de prisão por tentarem levar para as imediações da cadeia de Hertfordshire um lote de drogas (heroína e marijuana) no valor de 60 mil dólares. Já há registo, no entanto, de mais condenados pelo mesmo crime.

"A minha mensagem para quem se envolve neste tipo de atividade criminosa é simples: vamos encontrá-lo e metê-lo atrás das grades", disse, em comunicado, Sam Gyimah, secretário de Estado da Justiça.

Esta é a primeira equipa anti-drone a ser montada em torno das infraestruturas prisionais. Nos Estados Unidos, a prevenção é assegurada por sensores que detetam o barulho dos motores destes aparelhos e se encarregam de alertar as forças de segurança para a sua captura.

Votação TeK

Já tem uma PlayStation 4 Pro ou está à espera da Xbox Project Scorpio?

  • Já tenho a PS4 Pro mas estou curioso para conhecer a nova Xbox

    9%

  • Estou à espera da Project Scorpio para voltar a investir numa consola

    15%

  • Não tenho a PS4 Pro mas também não tenho interesse na próxima Xbox

    36%

  • Prefiro jogar no computador

    38%