Os modelos Legion foram apresentados na CES em janeiro e vêm trazer uma nova linha de jogos à marca, que agora concorre de perto com a ROG da Asus, a Predator da Acer e a Omen da HP. 

As pré-vendas começam esta sexta-feira e as vendas em loja, online e offline, a partir de 20 de abril próximo. 

Um design característico do mundo dos jogos, com toques em vermelho e teclados retroiluminados, mostram a "alma" dos novos Legion Y720 e Y520, que se distinguem sobretudo pelas características técnicas. E pelo preço.

Ambos os modelos integram processadores Intel Core de 7ª geração e placas gráficas NVIDIA Geforce GTX series 10 e software Nerve Sense, que permite personalizar as funcionalidades do portátil ,sendo o modelo Y720 mais potente, e mais caro.

Com um ecrã de 15,6 polegadas de resolução Ultra High Definition, o Y720 permite "voar" em mundos de realidade virtual, com os seus gráficos GTX-1060 da NVIDIA e portas HDMI eUSB 3.0. A imersão também é ajudada pelo sistema Dolby Atmos, software de “desdobramento” do som que normalmente associamos aos mais recentes blockbusters.

Têm ainda integrado suporte para ligação aos Oculus rift e suporte para Xbox One Wireless,  que permite sincronizar diretamente com os comandos da consola da Microsoft - até quatro comandos.

O Y720 chega a Portugal com um preço a partir de 1.399 euros, mas as configurações mais avançadas ficam mais caras.

Quem preferir um modelo um pouco mais modesto pode optar pelo Y520, mais leve no peso – 2,5 kgs – e também no preço, com valores a começarem nos 849 euros. Está disponível em quatro opções de armazenamento – 256GB SDD, 512GB SDD e 1 TB com a opção de 128GB SDD adicional.

 

Os mais aficionados vão reconhecer ainda o Y720 Cube, que tem integrada uma pega e transporte para que possa levá-lo mais facilmente. A integração com comandos Xbox One wireless também é uma mais valia. O preço? 2.499 euros.

A Lenovo não esqueceu também os acessórios para gamers, como o Monitor Y27g, um headset P960 e o rato de precisão P800 com nove botões programáveis. E uma mochila para levar tudo consigo. 

Expectativas “muito elevadas”

Sem revelar números de previsão para o lançamento das novas máquinas de gaming, Vasco Oliveira, da área de consumo da Lenovo, não teve problemas em afirmar que “a ambição é enorme”. O objetivo da Lenovo é ser numero um no mundo – queremos o mesmo para Portugal. No gaming queremos ser uma referência”.

O responsável indicou ainda que a nova linha Legion mostra que a fabricante acredita que a comunidade merece uma marca própria e uma atenção diferente do resto das linhas Lenovo. “Com isto quero dizer que as nossas expectativas são muito elevadas. Só para o lançamento vamos trazer mais máquinas do que aquelas que vendemos no ano passado inteiro”, acrescentou.

“Queremos garantir que os nossos clientes têm acesso a produtos com uma performance brutal, adequados às suas necessidades e à sua carteira”.

Vasco Oliveira afirmou ainda que a Lenovo quer estar mais próximo da comunidade de gaming e tem estado a avaliar patrocínios de eventos e de algumas equipas de eSport em Portugal. “É provável que em breve exista alguma coisa para anunciar”.