O Macbook da Apple foi um dos gadgets mais falados no ano passado e agora com a Consumer Electronic Show começam a aparecer os primeiros concorrentes à altura: um dos quais é produzido pela HP, o Elitebook Folio.

O portátil está destinado ao segmento empresarial, tentando encontrar um equilíbrio entre design premium, desempenho mediano e baixo consumo energético. O preço do modelo base começa nos 999 dólares, cerca de 920 euros, e vai aumentando dependendo das configurações.

Os consumidores podem escolher entre ecrãs Full HD, Full HD sensível ao toque ou Ultra HD. O painel é de 12,5 polegadas nas três versões e destaca-se por apresentar uma estrutura quase sem margens.

O processador fica a cargo de um Intel Core M ‘Skylake’ na versão para empresas, o armazenamento varia entre 128 ou 256GB em SSD e a memória RAM pode ir até aos 8GB DDR4.

A filosofia minimalista do Elitebook Folio estende-se também às entradas multimédia já que apenas existem uma porta USB-C, uma porta Thunderbolt 3 e a entrada de áudio de 3,5 milímetros - querendo isto dizer que deverá considerar sempre o investimento num multiplicador e conversor de portas USB 3.0 ou HDMI.


Além desta ‘joia’ da coroa, que é o portátil mais fino e mais leve de sempre da HP - 12,4 milímetros de espessura e menos de um quilograma -, foram revelados outros equipamentos na CES.

A linha HP Spectre x360 vai receber um novo elemento, com um ecrã de 15,6 polegadas e resolução Ultra HD. Vai estar disponível com processadores Intel Core i5 ou i7, até 1TB em SDD, até 16GB de RAM e sistema de som da Bang & Olufsen. Chega em fevereiro e os preços começam nos 1.149 dólares, perto de 1.060 euros.

A versão que já existe de 13,3 polegadas vai ser renovada para receber a nova família de processador Intel Skylake, com a HP a disponibilizar na primavera uma versão do portátil com um ecrã OLED.

Destaque ainda para o HP Pavillion x2 de 12,1 polegadas, um computador híbrido para os que procuram o melhor de um tablet, mas não querem abandonar o sentido de produtividade de um portátil.


O ecrã tem resolução Full HD e um rácio de 3:2, mais propenso para a leitura de documentos e páginas Web. O processador é Intel Core M de 6ª geração, o armazenamento varia entre 64 ou 128GB SSD e a memória RAM pode ir até aos 8GB.

Caso o utilizador queira pode ainda comprar uma caneta eletrónica para explorar melhor o ecrã sensível ao toque do Pavillion x2. Do ponto de vista das entradas multimédias vem equipado com USB-C, micro-HDMI e USB 2.0.

O preço deste modelo começa nos 499 dólares, o equivalente a 459 euros, e vai chegar ao mercado em fevereiro.

Veja ainda outras novidades da CES 2016