Governo quer conhecer donos de todas as empresas em Portugal. O registo faz-se online

A base de dados criada, a que vai chamar-se Registo Central do Beneficiário Efetivo, ou RCBE na sigla resultante, tem como principal objetivo combater o crime de branqueamento de capitais.

Governo quer conhecer donos de todas as empresas em Portugal. O registo faz-se online

Nome, morada e tipo de relação que tem com a empresa são algumas das informações que o ou os beneficiários efetivos de uma empresa terão de preencher quando o registo estiver a funcionar.

O RCBE vai funcionar a partir da internet e vai ser obrigatório. O objetivo é identificar todas as entidades nacionais e internacionais que operam em Portugal,especificamente os seus verdadeiros donos, sendo que as empresas que não fizerem tais registos ficam impedidas de distribuir lucros ou de entrar em concursos públicos.  

A proposta de lei que prevê o RCBE surge para cumprir a Quarta Diretiva Europeia contra o Branqueamento de Capitais e já foi entregue na Assembleia da República, onde deverá ser discutida ainda este mês

“Com a criação do RCBE, cuja gestão é atribuída ao Instituto dos Registos e do Notariado, pretende-se facilitar a identificação das pessoas singulares que detêm o controlo de pessoas coletivas ou entidades equiparadas, tornando acessíveis os elementos de identificação respetivos e auxiliando o cumprimento dos deveres de prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo”, referia uma nota informativa do Conselho de Ministros de 30 de março, quando a proposta foi aprovada.

Votação TeK

Já tem uma PlayStation 4 Pro ou está à espera da Xbox Project Scorpio?

  • Já tenho a PS4 Pro mas estou curioso para conhecer a nova Xbox

    9%

  • Estou à espera da Project Scorpio para voltar a investir numa consola

    15%

  • Não tenho a PS4 Pro mas também não tenho interesse na próxima Xbox

    36%

  • Prefiro jogar no computador

    38%