Guarde a Wikipedia toda no PC…é possível

Quem já sentiu falta de uma ferramenta como a Wikipedia quando não tem uma ligação à Internet por perto pode não voltar a deparar-se com o problema. Já é possível reunir toda a informação da enciclopédia num único ficheiro e fazer o download.

Guarde a Wikipedia toda no PC…é possível
Para os saudosistas das enciclopédias em papel há que ser sincero e admitir que os tempos antigos provavelmente não voltam. A era da informação digital instalou-se e a lógica dos custos está a fazer render até os editores mais tradicionais, que mergulham em edições acessíveis através do PC e de outros dispositivos eletrónicos e deixam para trás os velhos fascículos.

No entanto, as hipóteses de acumular saber na sua posse continuam a existir e acabam de ser alargadas, com o anúncio de versões para download da maior enciclopédia online do mundo. A organização que gere a Wikipedia anunciou que passa a ser possível a quem quiser descarregar um ficheiro com toda a informação contida nesta enciclopédia online colaborativa fazê-lo.

Vantagens? Ter todo o conteúdo à disposição a qualquer hora, mesmo que não se disponha de uma ligação à Internet. Requisitos? Espaço, e muito. O ficheiro que permite concentrar todo o saber da Wikipedia num único arquivo pesa 9,7 GB.

Tendo em conta os milhões de artigos que a Wikipedia encerra o tamanho do arquivo é até razoável, algo que foi possível abdicando da generalidade das imagens que ilustram os artigos. Já os gráficos, tabelas e outras ilustrações são mantidas.

O arquivo que permite descarregar a Wikipedia para o computador é um OpenZIM legível a partir de programas como o Kiwix, disponível para Windows, Mac e Linux. A versão descarregável da enciclopédia está disponível em inglês e reúne toda a informação até janeiro deste ano.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Votação TeK

A confirmação do primeiro acidente mortal envolvendo um Tesla Model S em piloto automático mudou a forma como encara os carros que se conduzem a eles próprios?

Mais informação

  • Não, o condutor não respeitou os avisos de segurança, logo o erro foi humano e não do sistema.

    32%

  • Não, mas não tenciono tirar os olhos da estrada quando entrar num carro autónomo.

    18%

  • Não, porque já não tinha intenção de entrar num carro autónomo.

    13%

  • Sim, provou-se que a tecnologia ainda não é segura e tem de ser mais testada antes de vir para a estrada.

    35%