SoundCloud perde dois executivos mas ganha destaque na 59ª edição dos Grammys

O COO e vice-presidente financeiro saíram da empresa no mesmo dia em que esta se tornou a primeira plataforma de streaming musical com um exclusivo galardoado nos Grammys.

tek soundcloud

Marc Strigel, COO, e Markus Harder, vice-presidente financeiro, decidiram abandonar a SoundCloud. A empresa de streaming afirma que depois de tanto tempo, os executivos “sentiram que era altura de seguir novas aventuras”. Strigel estava na empresa desde 2011 e Harder desde 2012.

A SoundCloud confirmou a saída dos dois executivos ao Financial Times depois de várias notícias recentes que afirmam que a empresa pode ficar sem dinheiro este ano caso o serviço de subscrição não consiga gerar receitas suficientes. A possibilidade é admitida pela própria empresa e, a confirmar-se, faria com que tivesse de procurar um novo investimento.

Fundada em agosto de 2007, a tecnológica terá recebido 21,1 milhões de euros em receitas em 2015, mas as perdas também aumentaram, tendo atingido os 51,22 milhões de euros no mesmo ano. Segundo a mesma publicação, a SoundCloud recebeu depois um investimento de 93,9 milhões de euros em junho de 2016, o que colocou a avaliação da empresa em 657 milhões de euros, embora nunca tenha conseguido fechar um ano com saldo positivo.

Por outro lado, nem tudo são más notícias. Chance the Rapper venceu três Grammys na madrugada desta segunda-feira, e ao receber o segundo, o de melhor álbum de Rap, com Coloring Book, o artista agradeceu à SoundCloud por o apoiar. Chance the Rapper publica as suas músicas na plataforma, estando todas as suas obras disponíveis de forma gratuita na SoundCloud e esta foi a primeira vez que um álbum exclusivamente disponível por streaming venceu uma distinção desta ordem.

Votação TeK

Já tem uma PlayStation 4 Pro ou está à espera da Xbox Project Scorpio?

  • Já tenho a PS4 Pro mas estou curioso para conhecer a nova Xbox

    9%

  • Estou à espera da Project Scorpio para voltar a investir numa consola

    14%

  • Não tenho a PS4 Pro mas também não tenho interesse na próxima Xbox

    36%

  • Prefiro jogar no computador

    38%