Greenlight deixa de ser porta de entrada de novos jogos na Steam

O programa de curadoria de jogos independentes era criticado por ser “obscuro”. O novo processo vai retirar poder ao público e relegar a responsabilidade de seleção para a própria Valve.

tek steam greenlight

Numa publicação feita através do seu blog oficial, a Valve anunciou que vai fechar a plataforma Steam Greenlight e substituí-la por um novo processo ao qual dará o nome de Steam Direct.

O Greenlight era uma plataforma onde os developers podiam apresentar os seus jogos à comunidade Steam. O jogo era, depois, votado pelos jogadores e, caso tivesse uma boa pontuação, seria lançado na loja oficial da empresa.

Este processo era acusado de ser “obscuro” uma vez que existiam esquemas para colocar os jogos na loja oficial, para além de ser difícil encontrar os jogos “Greenlight” entre outros videojogos mais conhecidos.

Para já, a Valve vai substituir o Greenlight pelo Direct, mas o processo de submissão dos jogos ainda não está definido e será revelado mais perto do lançamento da nova plataforma. Ao que tudo indica, os estúdios e programadores vão ter de submeter documentos e ser aprovados pela Valve até poderem lançar os seus jogos por um valor que está ainda por definir.

No seu blog, a Valve explica que para definir este valor pediram opinião aos estúdios. “Deram-nos respostas entre valores tão baixos como 100 dólares e tão altos como cinco mil dólares. Há prós e contras em cada ponta do espectro e queremos reunir mais feedback antes de definir um número”.

A dona da Steam explica ainda que, atualmente, há cerca de 100 títulos “Greenlight” na loja que “fizeram pelo menos um milhão de dólares cada”, cerca de 939 mil euros. O Direct deverá chegar durante a primavera deste ano.

Votação TeK

Já tem uma PlayStation 4 Pro ou está à espera da Xbox Project Scorpio?

  • Já tenho a PS4 Pro mas estou curioso para conhecer a nova Xbox

    9%

  • Estou à espera da Project Scorpio para voltar a investir numa consola

    14%

  • Não tenho a PS4 Pro mas também não tenho interesse na próxima Xbox

    36%

  • Prefiro jogar no computador

    38%