União Europeia: Próximo grande objetivo deve ser “a livre circulação de dados”

“A conectividade digital é do interesse de toda a UE como sucesso económico e não pode ser separada da livre circulação de bens, serviços, pessoas, capitais e conhecimentos”, escreveu o primeiro-ministro estónio numa carta enviada a vários responsáveis europeus.

tek smartphone

A Estónia é um dos países da União Europeia mais avançados tecnologicamente e o seu primeiro-ministro, Jüri Ratas, enviou uma carta aos presidentes do Conselho Europeu e da Comissão Europeia e aos primeiros-ministros de Malta e Itália a “enfatizar a necessidade de a União Europeia se manter unida, determinada e solidária”.

Nesta carta, enviada pela ocasião do 60º aniversário do Tratado de Roma, o primeiro-ministro estónio afirma que “as quatro liberdades fundamentais dos europeus podem funcionar verdadeiramente apenas quando o continente estiver totalmente unido” e que “este deve ser um dos principais objetivos” da União Europeia.

“Esforçarmo-nos para uma conectividade física e digital é do interesse de toda a UE como sucesso económico e não pode ser separado da livre circulação de bens, serviços, pessoas, capitais e conhecimento”, escreve Jüri Ratas. O primeiro-ministro acredita que, deste modo, os estados-membros podem beneficiar do mercado comum e do aumento de segurança dos seus cidadãos.

Ratas sugere também que não existiria “melhor maneira de celebrar os 60 anos desde [o tratado de] Roma do que adicionar outra liberdade ao nosso catálogo que iria permitir a verdadeira sociedade de informação". Neste caso, seria a livre circulação de dados. 

Por fim, o primeiro-ministro estónio afirma que é importante que a União Europeia se comprometa com a defesa e a segurança, mesmo com todos os desafios atuais, e que a Europa deve aumentar a sua cooperação com os vizinhos mais próximos, algo que seria do “interesse vital” do continente.

Votação TeK

O Mobile World Congress vai, mais uma vez, ser palco de grandes lançamentos, alguns deles já começados a desvendar. Qual a marca que poderá surpreender mais?

  • Alcatel

    2%

  • Huawei

    27%

  • Lenovo

    7%

  • LG

    8%

  • Nokia

    23%

  • Samsung

    25%

  • Sony

    5%