E tudo a Samsung levou: tecnológica esgota stock de processadores à Qualcomm

A empresa sul-coreana reservou os primeiros lotes do Snapdragon 835 e as restantes fabricantes foram obrigadas a orientar-se com as "sobras".

tek samsung galaxy s8

A Samsung está a preparar um lançamento com pompa e circunstância. Depois de um desastre chamado Note 7, a empresa está determinada em apagar um dos capítulos mais negros da sua história e em centrar o debate naquilo que mais lhe interessa: a qualidade dos seus equipamentos.

Adiado o lançamento do S8, sabe-se agora, de acordo com a Forbes, que a tecnológica sul-coreana encomendou tantos processadores do modelo 835 à Qualcomm que a empresa está agora focada em produzir hardware para a Samsung durante algum tempo.

A mesma publicação adianta ainda que devido a este pedido, outras fabricantes móveis, como a HTC e, possivelmente, a LG, tiveram que optar por integrar o já conhecido 821 nos seus topos de gama ou escolher lançar os seus novos telefones numa outra data. Citados pela Forbes, fontes próximas da empresa norte-americana dizem que esta foi a razão para o U Ultra não ter dado o salto para o 835 e que esta será também a razão pela qual o G6 terá um processador 821 integrado (a especificação ainda não foi confirmada).

"O Snapdragon 835 só vai estar disponível em grandes quantidades depois do lançamento do Galaxy S8", afirmaram as fontes da Forbes.

Apesar de parecer, em certa medida, uma forma de favorecer a Samsung em detrimento da concorrência, recorde-se que a própria tecnológica anunciou no passado mês de novembro uma parceria com a empresa sul-coreana para a produção dos chips.

Nokia 3310

O Nokia 3310 recupera a nostalgia de uma das primeiras gerações de telemóveis. Está disposto/a a comprar um?

Mais informação

  • Sim e vou abandonar o meu smartphone

    19%

  • Sim, mas só para jogar Snake

    10%

  • Vou oferecer a alguém

    10%

  • Não, é só um "dumbphone"

    59%