Quanto vão custar os equipamentos com as novas taxas da lei da cópia privada?

A proposta de lei do Governo para taxar os equipamentos relacionados com a cópia privada foi aprovada pela primeira comissão parlamentar e, embora falte a aprovação em plenário, é preciso começar já a fazer as contas para saber quanto vai pagar a mais.

Quanto vão custar os equipamentos com as novas taxas da lei da cópia privada?
Na proposta de lei da cópia privada cabem múltiplos equipamentos, desde discos, cartões de memórias, impressoras, telemóveis, tablets, set-top boxes e gravadores de áudio, vídeo, até aos próprios suportes (CDs e DVDs).

Alguns já estavam abrangidos na lei que está em vigor mas o alargamento aos dispositivos abrangidos é uma das fundamentações da contestação que é feita por vários quadrantes da sociedade, para além das próprias taxas.

Para simplificar as contas que os portugueses devem fazer quando as novas taxas se transformarem numa realidade, o TeK preparou uma infografia onde é explicado o básico da lei da cópia privada. Os valores dizem respeito aos modelos nos quais o Governo está atualmente a trabalhar, de acordo com a informação recebida pelo TeK no início do processo:



Com esta informação pode começar a fazer contas sobre quanto poderá vir a pagar a mais na compra de um determinado equipamento.



Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Nokia 3310

O Nokia 3310 recupera a nostalgia de uma das primeiras gerações de telemóveis. Está disposto/a a comprar um?

Mais informação

  • Sim e vou abandonar o meu smartphone

    19%

  • Sim, mas só para jogar Snake

    10%

  • Vou oferecer a alguém

    10%

  • Não, é só um "dumbphone"

    59%