Vodafone Portugal perdeu quase meio milhão de clientes no último ano

A Vodafone Portugal terminou o último trimestre de 2013 com quase 5,8 milhões de clientes. No último ano a operadora reduziu em quase meio milhão o número de subscritores no mercado português.

Vodafone Portugal perdeu quase meio milhão de clientes no último ano
No final de dezembro a Vodafone somava em Portugal 5.774 mil clientes. Há um ano, no final do seu terceiro trimestre fiscal, a empresa acumulava em Portugal 6.267 mil clientes, o que se traduz numa diminuição de 493 mil. O trimestre agora em análise contribui para esta diminuição com a perda de 122 mil clientes. O relatório de contas da empresa, hoje divulgado, também mostra que as receitas de serviços no mercado local ascenderam a 198 milhões de libras (238,64 milhões de euros), ligeiramente abaixo do registado em dezembro do ano passado.

Os quase 5,8 milhões de clientes da operadora em Portugal falaram entre outubro e dezembro mais de 3,1 mil milhões de minutos ao telemóvel, número que representa um crescimento, tanto no que se refere aos três meses anteriores, como relativamente ao período homólogo. Já a utilização do serviço de mensagens diminuiu face aos mesmos indicadores comparativos, fixando-se em 4,28 mil milhões. A utilização de dados móveis (em minutos) alcançou os 2,9 mil milhões, menos que no trimestre de Natal, mas acima dos valores registados em todos os trimestres anteriores.

A esmagadora maioria dos clientes da operadora em Portugal são pré-pagos, uma preferência que é mais elevada em Portugal que em qualquer outro país europeu, com exceção de Itália.

Em média cada cliente da Vodafone Portugal gastou mensalmente 11,8 euros, um valor que baixa entre os utilizadores de cartões pré-pagos (para 8,2 euros ) e que aumenta nos contratos (para 27,5 euros). Ainda assim, 37,2% dos cartões ativos na rede da operadora dão serviço a smartphones, 70% dos quais com planos de dados ativos.

O relatório também divulga informação relativamente ao número de clientes de banda larga fixa da Vodafone em Portugal, revelando que no final de dezembro a operadora geria 172 mil clientes neste serviço, tendo ganho 39 mil novos subscritores no trimestre.

A operação portuguesa de serviços fixos de Internet é apenas a 5ª maior do grupo na Europa (em toda a região a Vodafone soma 5,8 milhões de clientes neste serviço), mas no trimestre foi uma das que mais cresceu, sendo responsável por quase metade das adições líquidas contabilizadas.

Os resultados hoje divulgados também mostram indicadores de performance da operação portuguesa na primeira metade do ano fiscal em curso (que termina no final de março). Segundo estes indicadores, o grupo britânico faturou em Portugal 460 milhões de libras entre abril e setembro. Um ano antes, no mesmo período, tinha somado 479 milhões de libras no primeiro semestre.

O EBITDA para o mesmo período foi de 176 milhões de libras, recuando 15 milhões de libras na comparação e os lucros seguiram a mesma tendência, recuando para os 90 milhões de libras, contra 106 milhões de libras no período homólogo.

A nível global, a Vodafone terminou o trimestre com receitas de 10,97 mil milhões de libras (13,21 mil milhões de euros), numa descida de 4,3%. O EBITDA atingiu os 5,57 mil milhões de libras (6,86 mil milhões de euros).

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Votação TeK

O Mobile World Congress vai, mais uma vez, ser palco de grandes lançamentos, alguns deles já começados a desvendar. Qual a marca que poderá surpreender mais?

  • Alcatel

    2%

  • Huawei

    27%

  • Lenovo

    7%

  • LG

    8%

  • Nokia

    23%

  • Samsung

    25%

  • Sony

    5%