A Cabovisão vai dispensar 100 dos seus 370 trabalhadores. A operadora de telecomunicações, adquirida em fevereiro pela francesa Altice, já notificou os funcionários em questão, e entretanto reuniu com os mesmos em plenário.


Os trabalhadores decidiram formar uma comissão representativa que vai negociar o despedimento coletivo com a empresa, garantindo que a CGTP e o Sindicato dos Trabalhadores das Telecomunicações irão prestar apoio jurídico, avança a Agência Financeira.


A comissão terá sido recebida na manhã desta terça-feira pela administração, mas apenas para que pudessem reunir dentro das instalações, o que acabou por acontecer.


Ao que indica a Agência Financeira, os trabalhadores ainda pouco sabem sobre o despedimento coletivo, e aguardam agora pormenores da administração da Cabovisão.


A informação de que a Cabovisão estava a dispensar funcionários começou a circular na semana passada, com a Antena 1 a citar o Sindicato dos Trabalhadores das Telecomunicações.


Refira-se que a Cabovisão foi vendida, em fevereiro, pela Cogeco Cable, empresa canadiana, ao grupo de investimento em media e telecomunicações francês Altice por 45 milhões de euros. A operadora portuguesa tinha sido adquirida pela Cogeco em 2006 por 447 milhões.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Patrícia Calé