Com uma estratégia reforçada para Portugal, a Toshiba decidiu implementar uma nova área de negócio no mercado nacional. Trata-se da Consumer Product Division, uma divisão dedicada ao segmento dos televisores e leitores/gravadores de DVD, avaliado em 500 milhões de euros e onde a Toshiba pretende conquistar uma quota de 5 por cento até 2011.


A unidade foi hoje apresentada à imprensa numa sessão onde Hidenari Tsuru, presidente da Toshiba Television para a Europa Central, frisou a importância desta aposta. Segundo o responsável, é no Velho Continente que se observa uma das maiores procuras de LCDs em todo o mundo - principalmente os de 32 polegadas. Só em 2008 foram vendidos mais de 35 mil milhões de equipamentos desta natureza na Europa, um número que deve ascender aos 45 milhões dentro de dois anos.


O mesmo responsável sublinhou que são indicadores como estes que fazem a empresa investir neste tipo de segmentos, onde a Toshiba pretende ser responsável pela venda de 12 milhões de LCDs já para o ano.


Para conquistar Portugal, a estratégia traçada passa pela adopção de um modelo de distribuição semelhante ao já existente para os computadores, ou seja, através do canal de parceiros de distribuição. Contará então com a colaboração da CPC-di, DLI, Techdata e Sorefoz..

Oferta da nova unidade de negócio


A oferta da Toshiba dentro da área de negócio Consumer Product Division começará a chegar a Portugal já no próximo mês. A marca demonstrou hoje alguns dos equipamentos que marcam o portfólio da empresa a nível de televisores e leitores/gravadores de DVD e o destaque foi para as famílias de LCD Regza SV, Regza ZV e Regza XV. Estes equipamentos, cujas dimensões variam entre as 32 e as 55 polegadas, oferecem uma experiência de utilização potenciada pelas tecnologias de processamento Active Vision, MetaBrain e Auto View, assim como pelas capacidades de conectividade, seja pelas portas HDMI, RGB, entrada de PC ou de USB integradas nos equipamentos. Nos casos em que existe ligação USB, os utilizadores podem aceder aos conteúdos que têm guardados em pen disks ou noutros equipamentos directamente através da TV. No caso dos modelos XV existe ainda uma entrada para cartões de memória SD.


Já nos equipamentos pertencentes à família SV, as potencialidades são aumentadas graças à tecnologia DLNA integrada, que permite ao utilizador a ligação do PC ao televisor e o controlo deste último através do comando remoto.


Todos os modelos incluem ainda a tecnologia Resolution +, destinada a aperfeiçoar as imagens de forma a torná-las o mais semelhantes possível, em termos de qualidade, às oferecidas pela lata definição. Segundo a Toshiba, todos os modelos de gama média e superiores com esta tecnologia estão preparados para a TDt portuguesa.


Os preços dos equipamentos LCD vão variar entre os 400 e os 2500 euros e serão lançados faseadamente entre Abril e Junho. O mesmo acontece com os leitores/gravadores de DVDs que custarão entre os 50 e os 150 euros.