Telecomunicações voltam a dominar reclamações à DECO

As campanhas, faturação e período de fidelização estiveram entre os principais motivos de reclamações apresentadas à DECO sobre o sector de telecomunicações. Os sectores de compra e venda e os serviços financeiros estão também no topo da lista de queixas

Telecomunicações voltam a dominar reclamações à DECO
A DECO voltou a identificar o sector das telecomunicações como um dos que mais reclamações gera junto dos seus serviços. As campanhas, faturação e período de fidelização estão entre os principais motivos de queixas apresentadas à associação de consumidores.

Segundo uma nota da DECO, os sectores de compra e venda, dos serviços financeiros e de interesse geral acompanham as telecomunicações no topo da lista de reclamações apresentadas em 2011.

A associação recebeu no ano passado mais de mil contactos de consumidores por dia, num total de 389.920 contactos por telefone, escrito e presencialmente. Mais de 23 mil contactos estavam relacionados com casos de sobre-endividamento.

Curiosamente a nota de imprensa da DECO não refere as reclamações relacionadas com a Televisão Digital Terrestre, que ainda há pouco tempo foram alvo de polémica com a Anacom.

Já no ano passado a área das telecomunicações tinha motivado perto de 20% das queixas apresentadas à DECO. Na altura o incumprimento das velocidades contratadas no serviço de Internet era o principal problema reportado pelos clientes, que também pediram ajuda na resolução de conflitos relacionados com problemas decorrentes da assistência técnica, falta de qualidade ou período de fidelização dos produtos triple play, relatava a associação.

A DECO indica que as empresas devem utilizar as reclamações como verdadeiros instrumentos de gestão e que “as entidades reguladoras e fiscalizadoras devem garantir que as empresas cumprem a lei e não podem estar apenas dependentes das denúncias e reclamações dos consumidores”.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Fátima Caçador

Votação tendências 2017

De entre as previsões dos analistas, quais são a principais tendências tecnológicas a garantir maior destaque na nossa vida em 2017?

  • Condução autónoma

    45%

  • Assistentes virtuais

    15%

  • Realidade Aumentada

    18%

  • Impressão 3D

    21%