A plataforma ComparaJá.pt estava focada nos simuladores financeiros mas já tinha estabelecido a meta de avançar para as telecomunicações, como o Tek já tinha escrito, e aproveitou o Dia Mundial dedicado ao tema para o fazer, disponibilizando a ferramenta gratuita de comparação dos pacotes das operadoras.

Nos site é possível personalizar o tipo de serviço pretendido pelo utilizador, desde o serviço móvel ao uso de internet e canais de TV, e verificar como se comparam as várias ofertas.

A comparação é sempre uma das etapas mais complicadas na decisão de aquisição de um pacote de telecomunicações, isto apesar de existirem outros comparadores no mercado, incluindo o da Anacom.

Sérgio Pereira, codiretor geral do ComparaJá.pt, explica que com este serviço "os consumidores conseguem identificar as ofertas que vão efetivamente ao encontro das suas necessidades, evitando a contratação ou manutenção de pacotes dispendiosos ou menos completos por falta de conhecimento da existência de diferentes ofertas".

A par dos preços a ferramenta também faz uma análise de outros custos associados às ofertas, como os períodos de fidelização, os encargos de instalação ou ativação do serviço. E as diferenças podem ser muito significativas.

Uma das simulações realizadas pelo ComparaJá para o Tek mostra uma comparação entre pacotes 4P e permite poupanças até 75 euros por ano.

tek compara já tabela 4p

Em entrevista ao Tek, Sério Pereira admite que é incontornável que é possível poupar nesta rubrica, e como tem um peso significativo nas contas mensais e é usado por quase todas as famílias, as poupanças anuais podem chegar aos milhões de euros. Entre os exemplos avançados está a versão mais básica dos pacotes triple-play. "Ao fazer-se a diferenciação entre a oferta mais dispendiosa e a mais económica do mercado, é possível perceber que se podem atingir poupanças na casa dos 10 euros mensais. São cerca de 120 euros por ano, o que para uma família de rendimento médio em Portugal ainda é algo considerável", justifica.

Ainda assim, a verdade é que a poupança depende sobretudo do perfil e necessidades de cada consumidor. "Vejamos o caso de um casal com crianças pequenas que queira adquirir um pacote com TV, Internet e Telefone Fixo. Na hora de subscreverem o serviço, se não olharem apenas para a variante preço-base, irão perceber que, apesar de o pacote 3P da Vodafone (com box) ser cerca de 60 cêntimos mais barato do que a oferta similar da Nowo, esta operadora inclui um conjunto maior de canais dedicados ao público infantil. Ora, se estes clientes quisessem ter acesso ao mesmo número de canais na Vodafone – nos quais se incluem a SIC K ou o Panda Bigs – teriam obrigatoriamente de adicionar 7,90€ (referentes ao Pack TV Plus) à mensalidade", adianta o responsável pelo ComparaJá.

A ferramenta esteve várias semanas em testes beta junto de diferentes utilizadores e José Ferreira, codiretor do ComparaJá.pt acredita que será muito útil para os portugueses, sendo a meta ajudar 15 mil utilizadores por mês até final do ano. E as contas são fáceis de fazer.

Segundo os últimos dados da ANACOM, existem aproximadamente 3,5 milhões de subscritores de pacotes de Telecomunicações em Portugal, o que significa que 8,6 famílias em cada 10 dispõe de um pacote deste tipo de serviços. “Como a grande maioria dos subscritores está fidelizada por 24 meses, pelo que todos os anos se deverão renovar perto de 1,725 Milhões de contratos, algo como 145 mil por mês, as nossas expectativas passam por conseguir ajudar, já no final de 2017, cerca de 10% deste total mensal – 15.000 consumidores – e, no final do próximo ano, ajudar 25% deste total mensal – aproximadamente 37.500 famílias portuguesas”, explica.

O portal ComparaJá.pt quer alargar a sua atividade nos próximos meses e está prevista a entrada no sector dos Seguros com o lançamento da comparação de Seguro Automóvel.