A iniciativa foi anunciada em setembro e está suportada no ecossistema de inovação da PT, aliada ao Altice Labs, a casa mãe do I&D da Altice a nível global.

O objetivo é selecionar os melhores valores e ideias no mundo da tecnologia, a nível de startups mas também na componente individual, através de alunos de cursos superiores, mestrados ou doutoramentos, nas áreas da tecnologia da informação, comunicação e eletrónica.

Para se candidatarem ao prémio as startups, em fase de incubação, devem apresentar projetos inovadores nas áreas de 5G e Future Networks; Redes e Tecnologias Óticas; Cloud, SDN, NFV; IoT, SmartLiving e Smart Objects; Big Data & Analytics; Plataformas de serviços; TV Interativa; e Segurança & Privacidade.  
O concurso pretende atribuir dois prémios, em duas categorias distintas. O prémio das Startups tem o valor de 15 mil euros, enquanto o dos finalistas de Mestrados ou Doutoramentos, tem o valor de 5 mil euros, a que se soma a integração no ecossistema promocional da PT e ainda a possibilidade de acompanhamento de mentoring e coaching para o desenvolvimento dos projetos.

O júri do prémio já foi divulgado e integra personalidades de várias áreas, mas também três jornalistas, entre os quais se conta Fátima Caçador, editora do Tek SAPO.

No site do prémio encontra toda a informação sobre as candidaturas e o regulamento.