A ameaça não está na tecnologia e nos postos de trabalho que ela pode “roubar”, mas sim a falta de conhecimento das pessoas quanto aos seus potenciais. Mathieu Nebra, fundador da OpenClassrooms, mostrou hoje acreditar, durante o Web Summit, que existe um desconhecimento por parte da população quanto às vantagens catalisadas pela evolução tecnológica.

A perda de empego para “as máquinas” é um argumento frequentemente utilizado nos dias de hoje. A automatização de tarefas que antes pertenciam ao domínio humano origina sentimentos de desconfiança face às novas tecnologias e faz com que as pessoas se foquem mais nos pontos negativos do que nos aspetos positivos das Tecnologia.

Mas estes receios devem ser mitigados pelos governos e por entidades intergovernamentais como a União Europeia.

Carlos Moedas, comissário europeu com a pasta da Investigação, Ciência e Inovação considera que a tecnologia está a causar profundas mutações em todas as camadas das sociedades, nomeadamente no que diz respeito ao mercado profissional.

Diz o responsável que a tecnologia está aqui para resolver problemas, e “há bastantes problemas”, avançando como exemplos as crises ao nível energético, as alterações climáticas e as necessidades no sector da saúde.

O português diz que “está otimista” quanto ao futuro, acrescentando que a Comissão Europeia está a trabalhar no sentido de criar novos postos de trabalho sustentados por estas novas tecnologias, como forma de colmatar receios sobre a eliminação de empregos.

Mas para que a tecnologia deixe de ser vista como um “gigante Adamastor”, é preciso tornar-se ubíqua e parte do código genético da realidade que nos rodeia.

Carlos Moedas frisa que é preciso romper com barreiras e ampliar a difusão e aprofundar a integração das tecnologias em todas as vertentes da sociedade.

Os políticos do futuro não vão poder fazer política isolados dos cidadãos e dos seus interesses e necessidades. “Há que abrir as portas aos cidadãos e aos utilizadores”, afirma Carlos Moedas, sublinhando uma vez mais o papel crucial que os governos desempenham ao nível da criação de emprego face às evoluções tecnológicas e sociais.

Acompanhe tudo o que se passa no Web Summit aqui e veja as várias imagens “por dentro” do eventoregistadas pela equipa do Tek.