Ver conteúdos UHD 4K na televisão está longe de ser uma tarefa fácil. E mesmo com toda a publicidade feita à volta do Euro 2016 é muito possível que não consiga ver os jogos em qualidade 4K já em sua casa. 

Embora os televisores que suportam esta resolução já estejam a chegar ao mercado em todos os preços e feitios, ver programas em definição 4K exige uma sincronização (quase) hercúlea entre vários dispositivos, o que nem sempre depende apenas do nosso esforço. 

Atualmente, se quisermos assistir a vídeos no YouTube nesta resolução, precisamos de ter um ecrã 4K e esperar que o autor tenha utilizado uma câmara 4K para o gravar; se quisermos ver um filme em 4K temos de comprá-lo nessa resolução, ter um leitor nessa preparado e uma televisão de qualidade Ultra HD ou, caso seja fã de streaming, gastar mais uns euros na modalidade 4K do Netflix e depender da velocidade de Internet. Ver televisão em UHD requer exatamente o mesmo exercício: uma televisão 4K, uma box 4K e um canal que transmita em 4K.

Estas combinações são complicadas e podem ser dispendiosas pelos investimentos que exigem e, até há bem pouco tempo, não traziam grande retorno dada a inexistência de oferta UHD por parte das operadoras de telecomunicações nacionais.

No entanto, o Euro 2016 chega em boa hora para mudar tudo. Este ano, a transmissão da competição de Futebol em 4K por parte da RTP serve de pretexto ao alargamento da oferta da MEO, Vodafone e da NOS.

Mas tendo em conta os preços, canais e equipamentos que opção pode ser mais compensatória na hora de adoptar o 4K?

Se está a pensar atualizar o seu serviço para a melhor resolução de TV que o mercado pode oferecer não deixe de ler esta comparação.

MEO

A MEO apresentou a sua MEOBOX ULTRA HD 4K no dia 11 de maio. Um lançamento estrategicamente agendado com a notícia de que o Euro 2016 chegaria às televisões portuguesas em UHD.

Nesta operadora, tal como nas outras duas que disponibilizam este serviço, as set top boxes não serão substituídas automaticamente. A instalação tem de ser requerida e exige a existência de cobertura da rede de fibra ótica da operadora ou um serviço de satélite.

Embora não se possa comprar a box, o valor do aluguer não sobe. Tal como o equipamento atual, a MEOBox 4K vai custar-lhe 5,50 euros por mês. Caso tenha um serviço de televisão por satélite, o aluguer da nova box vai ficar nos 3,65 euros por mês.

A operadora oferece-lhe ainda a possibilidade de adquirir uma TV Samsung 4K de 43 polegadas em 48 prestações de 13,99 euros. Mas, apesar do valor que é adicionado mensalmente à sua fatura, a MEO subtrai-lhe, durante 24 meses, a mensalidade da box.

Para além destes custos, a mensalidade não sofre qualquer alteração de preço.

No que aos canais diz respeito, a grelha da MEO disponibiliza quatro em Ultra HD: o RTP 4K, onde serão transmitidos oito jogos do Euro 2016, o MCS TV Ultra HD (exclusivo MEO) onde são transmitidos conteúdos de lifestyle e desportos de acção e o Hispasat 4K que transmite vídeos sobre natureza e cultura. A SportTV também tem um canal nesta resolução mas, atualmente, serve apenas para transmitir a final da Liga dos Campeões deste ano, sempre em loop.

A juntar a este leque de canais, a MEO também disponibiliza uma aplicação com vários conteúdos 4K.

Em conversa com o Tek, a operadora prometeu que vai reforçar a sua oferta brevemente.

Vodafone

Na Vodafone, a lógica é exatamente a mesma. Se quiser instalar uma destas set up boxes em sua casa, terá de solicitar uma instalação.

Nesta operadora, o upgrade para 4K pode aumentar o preço da sua fatura por causa da mensalidade da box. Neste caso, o aluguer do equipamento 4K custa 7,5 euros por mês se não tiver um número de telemóvel associado, mais 2 euros do que a box atual. Se tiver, fica-se pelos 5,50 euros. Em compensação, o preço do serviço mantém-se.

A Tv box UHD/4K está disponível para todas as casas cobertas pela rede de fibra ótica da Vodafone que, de resto, deverá chegar a 2,75 milhões de casas até ao final de 2016.

Na grelha de canais deste serviço a RTP 4K também vai estar disponível e, tal como nas restantes operadoras, vai ser possível assistir a jogos do europeu de futebol. No entanto, há ainda outros dois canais a que vai poder assistir nesta resolução: o Insight TV, cuja programação se preenche com documentários e desportos radicais e o Funbox 4K, o primeiro canal em Ultra HD a chegar a Portugal e que transmite conteúdos de vários tipos como cinema, videoclipes e eventos desportivos.

NOS

Embora a NOS tenha sido a última operadora a chegar ao mercado de boxes 4K, o novo equipamento da empresa não oferece apenas uma atualização ao nível da qualidade de imagem.

Esta terça-feira a operadora apresentou a UMA, um serviço novo de televisão que tem um ecossistema televisivo completamente reformulado que vai desde a resolução UHD à integração de uma “assistente virtual”, passando pela nova interface que, finalmente, se apresenta concordante com a imagem adoptada pela empresa em 2014.

Neste caso, a instalação de uma box 4K não pode ser feita enquanto uma atualização isolada ao seu serviço atual. Se for cliente NOS e quiser ter acesso a conteúdos 4K vai ter de transitar para um dos novos pacotes UMA: NOS 3, NOS 4 ou NOS 5.

Estes novos tarifários vão custar-lhe 49,99€, 59,99€ e 72,50€, respetivamente, e incluem uma velocidade de internet fixa de 200 Mbps. O aluguer do equipamento não tem qualquer custo.

RTP 4K, Hispasat 4K e NOS Ultra HD 4K (que vai transmitir conteúdos sobre os próximos festivais patrocinados pela marca) são os canais em UHD que fazem parte da grelha da operadora.

 

Decisões em 4K

A resposta à pergunta que colocámos no início vai sempre depender daquilo que procura. Tendo em conta os preços, canais e equipamentos que opção pode ser mais compensatória na hora de adoptar o 4K?

Fizemos o "trabalho de casa" e questionámos as operadoras, procurámos nas páginas dos sites e telefonámos para os serviços de apoio ao cliente para esclarecer todas as dúvidas e fazer todas as contas, tirando algumas conclusões a partir da informação disponível e "simplificando" as contas.

Tudo somado, multiplicado e subtraído, é assim: se quiser um serviço barato, a Vodafone é quem apresenta a mensalidade mais reduzida. Se quiser um serviço totalmente novo, a NOS é a operadora que tem a box mais inovadora mas, se quiser assistir a 4K por satélite, só a MEO é que disponibiliza o serviço.

Para facilitar a sua análise, sintetizámos as informações mais valiosas num quadro para consulta futura. As informações são relativas ao serviço disponível através de fibra ótica mas, caso o serviço por satélite lhe interesse, pode subscrevê-lo pelo preço mínimo de 12,99 euros por mês. Tenha em conta que, com o passar do tempo, estas ofertas podem sofrer alterações.

 

Ficou convencido? O 4K vai entrar na sua casa com o Europeu de Futebol ou vai deixar a decisão para mais tarde?