Anunciado em novembro de 2016, o Phab 2 Pro apresenta-se como o primeiro smartphone com o sistema de realidade aumentada da Google integrado. O Tango possibilita o reconhecimento espacial e a sobreposição de figuras digitais ao espaço físico, e as utilizações possíveis desta tecnologia expandem-se por vários sectores e alternativas, nomeadamente ns áreas de compras, jogos, decoração/desenho de interiores e educação.

De acordo com a marca, o Lenovo Phab 2 Pro está equipado com um conjunto de sensores que capturam 250 mil medidas por segundo, processando a informação através do controlo de movimentos, da área de aprendizagem e do sensor de profundidade.

Recentemente, em Barcelona, a Lenovo fez questão de dar a conhecer os primeiros exemplos das aplicações já desenvolvidas para misturar o mundo físico com o real, mostrando como todo funciona na prática.

Em Portugal é possível comprar o Phab 2 Pro desde há cerca de duas semanas numa chegada que não teve direito a pompa e circunstância por parte da Lenovo, mas “foi promovido q.b.”, garantiu Vasco Oliveira ao Tek, à margem do evento que deu a conhecer a nova linha Legion para a área de gaming, esta quinta-feira, em Lisboa.

O responsável sublinhou que, pelas suas características, o Phab 2 Pro não é um produto de massas. “Tem um ecrã de 6,4 para poder demonstrar as possibilidades da realidade aumentada. Ao ser tão grande, tornámo-lo num produto de nicho”.

O novo dispositivo está à venda a partir da Fnac e da Worten, custa 499 euros e promete “uma experiência completamente nova de jogo, ao misturar o mundo real e o mundo virtual”.