A Vodafone lançou hoje o Red, um novo tarifário que responde à concorrência introduzindo na oferta da operadora novos preços fixos mensais para comunicações em todas as redes. O Red pode ainda juntar às comunicações a partir do telemóvel, canais de televisão, Internet fixa e comunicações ilimitadas para a rede fixa.



A proposta segue uma lógica idêntica àquela que a PT aplica no M4O, considerando a componente de televisão, ou que a Optimus usa nos tarifários Smart, para quem fica apenas pelas comunicações móveis. Comparativamente, a proposta da Vodafone é mais abrangente, porque se desdobra em mais opções, mas é também a mais confusa e aquela que mais obriga a fazer contas...que nem sempre conduzem a números diferentes do que já existiam. No Quadruple Play o Red introduz pouco de novo, mas passa a ser a oferta mais competitiva do mercado nos tarifários ilimitados para todas as redes.



O Red propõe chamadas ilimitadas para todas as redes e SMS, Internet no telemóvel e espaço gratuito para armazenar conteúdos na nuvem. Os preços variam entre os 34,9 e os 69,90 euros mensais, consoante o cliente opte pelo Red, Red+ e Red Plus.

[caption]Vodafone red[/caption]

As diferenças entre as três opções estão essencialmente ao nível do tráfego de Internet móvel incluído e do espaço na cloud. As condições tarifárias em roaming também se alteram entre versões. No Red e no Red+ se o cliente aceitar pagar mais 2,99 euros quando viaja as comunicações em roaming na Europa ficam integradas no pacote, como se fossem comunicações realizadas em território nacional. No Red Plus estas condições de roaming na Europa estão incluídas 15 dias por ano de forma gratuita.



Outra característica do tarifário, que se altera conforme a opção escolhida pelo utilizador, é o preço para aquisição de um cartão adicional, que replique as condições do primeiro. No Red essa opção custa 19,90 euros, enquanto no Red Plus aumenta para os 54,9 euros.



O tarifário pode ainda ser complementado com oferta de televisão paga. Por 24,90 euros a operadora oferece 86 canais de TV, Internet a 100 Mbps e chamadas ilimitadas na rede fixa. O serviço é garantido pela rede de fibra da operadora, nas zonas urbanas onde está disponível. No resto do país a alternativa é o ADSL.



Na concorrência, o M4O da PT apresenta uma oferta única no preço e combinação de serviços (a que junta um conjunto de outros pacotes que não integram comunicações móveis). A proposta da operadora combina chamadas e SMS ilimitados para todas as redes e 200 MB de Internet no telemóvel.

Em casa, oferece 90 canais de televisão, Internet fixa a 100 Mbps e chamadas ilimitadas na rede fixa. Tudo com uma mensalidade de 79,90 euros que integra alguns extra: Meo Go no PC ou acesso gratuito ao Music Box, características também disponíveis noutros pacotes. Vale ainda a pena sublinhar que a oferta da PT é válida para dois cartões móveis sem outros custos adicionais. O cliente pode juntar ainda mais dois cartões com um custo adicional de 7,5 euros por cartão.



Contas feitas a diferença de preço entre Red (a opção mais barata) e M4O é de 29 cêntimos, se na oferta da Vodafone juntarmos ao tarifário Red, os 19,90 euros cobrados para ativar um segundo cartão e os 24,90 euros da mensalidade associada ao serviço de televisão.

Os serviços integrados em cada uma das ofertas também variam pouco: enquanto o Meo oferece acesso ao MusicBox ou a extensão de serviços ao PC, que replica nas restantes propostas Meo; a Vodafone integra neste Pack condições especiais para o roaming na Europa, algo que também não é uma estreia na oferta da operadora. A operadora também dá acesso a 20 GB de espaço gratuito para armazenamento na nuvem. A PT não associa espaço na cloud ao M4O mas a sua CloudPT oferece 16GB gratuitamente a qualquer utilizador.



Nos restantes sabores Red, a Vodafone ganha distância em relação ao M4O no espaço disponibilizado para armazenamento na nuvem e no tráfego para Internet no telemóvel. No pacote de topo a operadora também oferece 15 dias de roaming na Europa, mas os preços sobem significativamente: o Red+ com TV e dois cartões custa 89,7 euros por mês e Red Plus, nas mesmas condições, custa por mês 149,70 euros.



Nas semelhanças vale ainda a pena destacar que ambas as operadoras privilegiam a entrada de novos clientes na rede, descontando 5 euros na mensalidade durante um ano para números portados de outras redes. Do lado das diferenças, note-se que o Red integra nas comunicações ilimitadas 5.000 minutos ou SMS para a rede Vodafone e 2.000 minutos ou SMS para outras redes nacionais. O M4O inclui 2.000 minutos de chamadas para todas as redes mais 2.000 SMS.




A Optimus também atualizou recentemente a oferta tarifária com comunicações ilimitadas para todas as redes, mas deixou a televisão fora do novo Smart. Diferenças sublinhadas, a proposta entra mesmo assim em linha de conta na nossa análise por fazer sentido a comparação com o novo Red, na versão sem TV.



Os renovados Smart incluem apenas comunicações gratuitas para todas as redes, tráfego Internet no telemóvel e descontos em smartphones, proposta que os concorrentes também replicam.

[caption]Optimus Smart[/caption]

Na comparação entre Red e Smart encontramos dois preços iguais, com uma combinação de serviços que dá vantagem à Vodafone, graças ao espaço na cloud e, num dos caso, ao tráfego móvel incluído. A operadora passa também a ser a detentora do tarifário mais barato com comunicações incluídas para todas as redes (o Red, que custa 34,9 euros por mês para um cartão). A opção é interessante para quem não usa Internet no telemóvel, já que o tráfego incluído é pouco generoso.



Note-se que há menos de um ano os operadores alinhavam preços acima dos 100 euros nas respetivas ofertas com chamadas ilimitadas para todas as redes.




Nota de redação: No final da semana a TMN comunicou mais uma alteração tarifária com impacto neste tipo de ofertas. A empresa vinha desde janeiro atualizando os preços e a combinação de ofertas Unlimited em modo low profile. Dois dias depois do lançamento do Red, da Vodafone, avançou com uma campanha divulgando os novos tarifários. O TeK publicou entretanto uma notícia sobre o assunto. Abaixo pode ainda ver o quadro que resume a nova oferta.

[caption]Novos preços unlimited[/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.