Digamos que depois de quase quatro anos a usar o mesmo telemóvel não foi fácil testar um smartphone como o N85, mas foi só no início já que a Nokia continua apostada em vender terminais fáceis de configurar e utilizar, mesmo os topo-de-gama com capacidades multimédia avançadas. E é mesmo nessa área que o N85 se destaca.

Com um ecrã LED de 2,6 polegadas, com suporte até 16,7 milhões de cores a uma resolução de 320x240 pixéis, o modelo da Nokia faz brilhar sites, jogos e principalmente as fotos tiradas com a câmara de 5 megapixéis integrada e os vídeos de qualidade DVD filmados até 30 frames por segundo.
A câmara tem auto-focus e flash LED duplo, para iluminação extra. A lente, colocada na parte de trás do telemóvel, dispõe de uma capa amovível, para protecção quando não está a ser usada.

Abaixo do ecrã posicionam-se duas teclas "moles" que podem ser configuradas com o acesso às aplicações mais utilizadas, o botão de iniciar chamada e finalizar chamada, um shortcut para os menus, uma tecla multimédia, a tecla de andar para trás e um cursor de navegação. As quatro teclas moles - as duas configuráveis, mais o shortcut para os menus e a tecla de recuar - ao inicio são difíceis de "apertar", mas com o hábito já sabemos onde teclar.
O teclado alfanumérico é deslizante, assim como a consola de botões multimédia, ou seja o N85 "abre" para os dois lados. Além do controlo das aplicações multimédia, os botões servem igualmente para fazer o zoom quando se está a tirar fotos ou a filmar.
O dispositivo desbloqueia automaticamente quando se abrem as consolas, funcionando de modo inverso, ou seja, bloqueia quando se fecham as partes amovíveis.

O bloqueio e desbloqueio do telemóvel pode também fazer-se facilmente através de um botão situado, a par do controlo de volume e do botão de disparo da câmara, na lateral direita do telemóvel.

O botão de power, a entrada para os headphones e a mini porta USB foram colocadas na parte superior do N85, enquanto do lado esquerdo se situa apenas a slot de entrada para o cartão de memória.

Com 10,3x5x1,6cm e 128 gramas, o modelo tem um aspecto robusto, sendo facilmente manuseável, embora tenha sentido algum desconforto na escrita de mensagens "a uma mão", registando-se alguma tendência para o telemóvel escorregar.

As razões estão provavelmente relacionadas com a dimensão da mão propriamente dita, mas também pelo facto do N85 ter um teclado que desliza, e com ele deslocar ligeiramente o ponto de equilíbrio do terminal. Aconselha-se por isso a escrita de texto com as duas mãos…

No campo das funcionalidades multimédia destaque para o leitor de música. Suportando MP3, WMA, AAC, eACC e eACC+, o leitor permite criar listas de músicas e apresenta o grafismo dos álbuns, sempre que este género de informação exista.

As músicas podem ser seleccionadas por artista, álbum, compositores e género. Há igualmente opções para fazer tocar os temas em modo aleatório ou faze-los repetir.

Para uma experiência sonora mais personalizada, o N85 tem embutido um equailizador com seis perfis: o Prédefinição, Intensificador baixos, Clássica, Jazz, Pop e Rock.

Ainda relativamente à música, o N85 apresenta igualmente um rádio FM embutido. O Visual Radio permite sintonizar rádios, reservando 10 memórias para guardar as preferidas.

O N85 faz justiça à aposta da Nokia na área dos jogos, apresentando algumas versões trial pré-carregadas, como o Tetris ou o FIFA 08. Com a compra do terminal é fornecido um código que dá direito a descarregar a versão completa de um jogo gratuitamente. Os downloads seguintes já são pagos.

Para quem valoriza estas características num telemóvel, informe-se que o Nokia N85 tem um preço de venda recomendado de 450 euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.