A estabilização da pandemia da COVID-19 está longe de acontecer na maioria dos países, embora alguns tenham começado hoje a aliviar medidas de contenção, como a França, que reabre esplanadas e outros serviços. O  Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças divulgou hoje o mapa com a visão geral sobre as novas variantes que levantam preocupações (VoC) e as variantes de interesse (VoI).

Clique nas imagens para mais detalhe

Portugal está fora do mapa de alerta, que refere os números de amostras sequenciadas e a proporção de variantes B.1.1.7, mas a Espanha é um dos países marcados no dashboard. A informação pode ser consultada online.

A ECDC indica que a variante B.1.1.7, descoberta em setembro de 2020 no Reino Unido, é uma das que gera preocupação, e que já foi combinada com a E484K, também no Reino Unido. Na lista "negra" estão também a B.1.351, a variante sul africana, e a P.1, a variante do Brasil.

Existem ainda mais de uma dezena de outras variantes, algumas de origem desconhecida, que estão a ser monitorizadas.

Quem já foi vacinado e quem se segue?

Na semana passara a ECDC tinha partilhado os mapas de vacinação contra a COVID-19 e a sua progressão na Europa.

Em Portugal o índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 subiu hoje para 1,02, enquanto a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias aumentou para 51,4.

No boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), os números relativos apenas a Portugal continental revelam que o Rt subiu de 0,99 para 1,01, sendo ainda registada uma subida de 47,5 para 48,3 em relação ao valor médio de novos casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias.

Estes indicadores -- o índice de transmissibilidade do vírus e a taxa de incidência de novos casos de Covid-19 -- são os dois critérios definidos pelo Governo para avaliar o processo de desconfinamento iniciado a 15 de março.

Segundo os últimos dados, a pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.406.803 mortos no mundo, resultantes de mais de 164,1 milhões de casos de infeção, indica um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.011 pessoas, tendo sido registados 842.767 casos de infeção confirmados, de acordo com o números da Direção-Geral da Saúde.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.