A televisão paga chegava no final do ano passado a 2,98 milhões de subscritores, com mais de metade dos lares a usarem este tipo de serviços, de acordo com os dados disponibilizados pela Anacom.



Face ao período entre julho e setembro, o número de subscritores de serviços pagos de televisão aumentou em 68 mil subscritores. Já no que se refere ao período homólogo cresceu em 202 mil assinantes.



As ofertas suportadas em fibra ótica continuam a ganhar terreno a outras tecnologias, representando já 8,8% das subscrições, tendo sido a tecnologia que mais cresceu no período em análise. Seis em cada 10 novos aderentes aos serviços de TV paga escolheram serviços assentes em redes de fibra ótica.



O cabo, por seu lado, perdeu terreno (0,6%) embora continue a ser a tecnologia mais usada para fornecer serviços de televisão por subscrição. Consequentemente, continua a ser da Zon a liderança deste mercado, com 53,9% dos clientes. A Portugal Telecom, com o Meo, continua a crescer (1,5% face ao trimestre anterior) e já controla 35% do mercado. Na terceira posição - e a perder terreno para a concorrência - mantém-se a Cabovisão que serve 8,6% dos clientes.



Estes dados constam do relatório que pode ser consultado na versão integral no seu site, onde estão espelhadas as principais tendências evolutivas do mercado de televisão por subscrição nos últimos três meses do ano, trimestre que antecedeu o início do switch-off.
No site do regular também é possível consultar um histórico dos elementos do serviço de televisão por subscrição.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.