A expansão vem na sequência do desenvolvimento de uma plataforma de criação de animações 3D entitulada "Machininma Storyteller" que permite a criação, a custos reduzidos, de vídeos animados em 3D utilizando para tal os motores de animação em tempo real dos videojogos.

A plataforma resulta de uma parceria com o GAIPS (Intelligent Agents and Synthetic Characters), um departamento do INESC-I&D sediado no Taguspark e co-financiada pelo programa QREN, refere-se num comunicado enviado à imprensa.

No seguimento da criação da nova área de negócio ligada ao desenvolvimento de vídeos de animação, a beActive está a contratar quatro elementos para integrar a sua equipa, que num primeiro momento ficará responsável por produzir os primeiros conteúdos piloto.

Entre eles estará uma web series em animação e um videojogo de ação e aventura, ambos com o título de COLLIDER 2017 - uma sequela ao filme com o mesmo nome que a beActive lançou nos cinemas nacionais no passado mês de novembro.

Com este novo investimento, a empresa pretende expandir a sua atividade na área das produções de conteúdos multiplataforma à vertente da animação e dos videojogos, produtos, “que irão complementar os filmes e programas de TV que a empresa portuguesa produz para os mercados globais”.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.