O European Innovation Academy (EIA), programa de ensino de empreendedorismo tecnológico, regressa a Cascais com o maior número de participantes portugueses de sempre. Este ano, o programa irá decorrer entre os dias 14 de julho e 2 de agosto e contará no total com 500 participantes, vindos de 60 países diferentes.

A terceira edição do EIA, que contará com a abertura do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, irá desafiar 175 estudantes das melhores universidades do país a juntarem-se a estudantes internacionais para criar uma startup em 15 dias.

Durante três semanas, os participantes (oriundos de cerca de 100 universidades americanas, asiáticas e europeias) irão formar equipas de cinco elementos, com o objetivo de criar 100 projetos de diferentes áreas, como smart devices, big data, IoT, 3D printing ou aplicações web.

Para o Presidente da European Innovation Academy, Alar Kolk, “hoje é mais fácil do que nunca escalar uma empresa de tecnologia nos mercados internacionais. Portugal já tem uma empresa pioneira como a Farfetch, bem como a tradicional estrela Pastel de Nata. Em julho, desafiamos à criação de 100 startups em Cascais, sendo que as novas estrelas nascerão aqui”.

Miguel Pinto Luz, Vice-Presidente da Câmara de Cascais, considera que “juntar inovação, talento, juventude, empreendedorismo e irreverência é um desafio enorme e, como tal, o mundo precisa de ser um local aberto e de proximidade. No mundo competitivo de hoje, a palavra cooperação precisa de ser utilizada. Acreditamos que a competição é salutar para potenciar a inovação, para criar um ambiente de contínua busca de melhoria dos diferentes sectores de atividade. No entanto, acreditamos num ambiente de cooperação”.

Utilizando uma metodologia própria e com o apoio de mais de 100 oradores e mentores de renome nacionais e internacionais, as equipas trabalharão no desenvolvimento de protótipos, angariação de clientes e na realização de um pitch para captar investimento.

Em comunicado enviado à empresa, a organização destaca Ken Singer, diretor-geral da Universidade de Berkeley e consultor de startups por todo o mundo, Joana Rafael, cofundadora da portuguesa tecnológica Sensei Tech, Martin Omander, gestor de programação da Google, em Silicon Valley, Alex Birkett, diretor de Growth Marketing da HubSpot, e Patrick Lor, sócio do fundo de investimento 500 Startups, entre outros.

A European Innovation Academy em Portugal conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, do Banco Santander e da Lab1886, a incubadora da multinacional Daimler, bem como com o cunho da Beta-i, da Nova SBE, da Universidade Nova de Lisboa e da Carris.

Atualmente a European Innovation Aacademy oferece programas em Itália, Portugal, China e Qatar, desenvolvidos através de parcerias com diversos profissionais das mais diversas faculdades – Universidade de Stanford, U.C. Berkeley - e empresas de todo o mundo, como por exemplo a Google.

Nota da Redação: Foi feita uma correção na notícia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.