A MINI já escolheu os 10 finalistas que vão passar à final do projeto CITY SHAPER by MINI Urban-X. O desafio tem em vista encontrar startups nacionais que desenvolvam ideias em áreas desde os transportes à administração local, passando pelo imobiliário, alimentação, água, resíduos e serviços públicos, que possam melhorar a vida das pessoas nas cidades.

De entre um total de 49 candidaturas, apenas 10 empresas foram selecionadas para a fase seguinte do desafio: BeON Energy, AQVA MORE, QART, Bandora, Pavnext, Oscar, Knok Healthcare, Live Electric Tours, eParkio e LUGGIT, avança a empresa em comunicado. Em preparação para a grande final, a 20 de dezembro, as finalistas vão agora participar num bootcamp onde poderão dar os retoques finais ao seu pitch.

Na área da energia, a BeON Energy desenvolveu um sistema fotovoltaico que possibilita uma entrada mais facilitada dos consumidores no mundo da energia solar doméstica ao remover os custos de instalação. Já a Bandora recorre à inteligência artificial para ajudar os países a melhorar a sua eficiência energética. A Pavnext desenvolveu um sistema que utiliza a energia cinética criada pelo carro para criar e alocar eletricidade para outros destinos, como é o exemplo da iluminação pública e venceu, em 2017, a 5ª edição do Big Smart Cities.

No que toca aos projetos mais focados nos transportes e mobilidade, a Live Electric Tours quer disponibilizar uma experiência de autocondução com carros 100% elétricos para turistas e a eParkio promete ajudar a encontrar um lugar para estacionar através de uma aplicação móvel. Por um lado, a Oscar quer ser um UBER para serviços domésticos e, por outro, a LUGGIT é uma plataforma destinada a organizar o transporte de bagagens.

Ainda em destaque está o projeto da AQVA MORE, que tem como objetivo economizar água em torneiras de água quente; o da Knok Healthcare, que quer desenvolver um SaaS de tecnologia de saúde, oferecendo solução para consultas remotas; e ainda a QART que quer passar o paradigma da posse da informação ambiental para a sociedade civil.

O projeto que se sagrar como vencedor do desafio participará na exposição MINI URBAN-X, em Lisboa, de fevereiro a março de 2020 e terá também a oportunidade de visitar o espaço o A/D/O, em Nova Iorque e de participar no MINI URBAN-X Demo Day.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.