O conceito já não é novo mas tem vindo a ganhar adeptos e a crescer em número e valor de aplicações disponibilizadas. As portable aplications já provaram as suas vantagens e estão disponíveis para sistemas Windows, Mac e Linux.

A ideia é poder usar as suas aplicações favoritas em qualquer computador sem ter de instalar qualquer componente de software. Os ficheiros estão guardados em dispositivos como CDs, pens USB ou cartões flash que já contêm todas as livrarias necessárias para o software correr no sistema operativo que pretende.

Basta executar o ficheiro para usar o seu cliente de email, browser, aplicação de produtividade ou até jogos. Quando terminar fica com a certeza de que não deixou qualquer rasto no computador utilizado.

O seu tamanho reduzido, normalmente a rondar um máximo de 150 MBytes, torna o conceito possível e facilita o transporte em qualquer dispositivo de memória portátil.

O número de aplicações em formato “portável” tem vindo a crescer, assim como a abrangência em termos de sistemas operativos suportados. É para Windows que existe mais oferta, sobretudo para Windows XP, mas também não é difícil encontrar versões para Linux e Mac.

Entre as aplicações disponíveis está o pacote de produtividade OpenOffice para Windows e Mac, o cliente de email ThunderBird, o Skype ou o editor de áudio Audacity. Mas a lista é grande e abrange editores de imagens, browsers e ferramentas para a Internet, como o GIMP, Firefox e Opera, ou o cliente de FTP Filezilla.

Para uma lista variada e sempre à mão pode recorrer a pacotes pré-definidos, que contêm diversas aplicações em formato “portável”. É o caso do AccessApps, uma iniciativa da JISC Regional Support Centres (RSC) e JISC TechDis que inclui mais de 60 aplicações open source ou freeware para Windows, que correm a partir de uma pen USB.
[caption]imagem [/caption]

O pacote pode ser descarregado no site e só pesa 817 MB em formato compactado, que passa a 1,24 GB depois de descompactar, pelo que exige uma pen de 2 GBytes para ser usado.

O projecto original já tem dois “derivados” na família EduApps, com o LearnApps e o TeachApps, especificamente dedicados ao mercado da educação.

Outra opção é o MojoPac da RingCube Technologies, que inclui algumas aplicações populares como o Firefox ou o Office da Microsoft.

[caption]imagem [/caption]

Qualquer dispositivo de memória pode alojar este pacote, desde uma pen USB ao iPod ou mesmo um telemóvel que possa funcionar como uma drive de alojamento de ficheiros.

Outra das alternativas mais recomendáveis é o PortableApps, um projecto que compila freeware e software open source e que é alojado no SourceForge.net, contando com mais de 100 milhões de downloads de aplicações já reformatadas para este modelo.

[caption]imagem [/caption]

As aplicações podem ser descarregadas em pacote ou individualmente a partir do site, e estão disponíveis para várias versões de sistemas operativos e até diferentes línguas.

[caption]imagem [/caption]

Um formato proprietário que conta com o apoio da Microsoft e da SanDisk é o U3, que exige a utilização de pendrives já preparadas com o Launchpad da empresa para controlar a forma como as aplicações são lançadas. Só funciona no Windows mas também inclui uma boa variedade de software e algumas das aplicações mais “famosas.

Por último acrescentamos uma sugestão feita por um dos nossos leitores, a Lupo PenSuite.

Estes são apenas alguns dos pacotes disponíveis, de onde pode retirar também aplicações individuais que podem vir a revelar-se úteis. Se conhece outras alternativas deixe a sua sugestão na caixa de comentários.

Nota da Redacção: Esta montra foi originalmente publicada a 13 de Maio, tendo sido revista e actualizada.
Foi acrescentado o link para o site do PortableApps.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.