Com cinco anos comemorados recentemente, o Twitter, com as suas particularidades, e continua a estar entre os serviços mais populares da Web 2.0.

O formato gerou desde logo uma curiosidade generalizada, que acabou por se traduzir em reacções diversas: por um lado a antipatia de alguns, e por outro a criação de uma comunidade assídua de semi-dependentes do serviço, dispostos a oferecer relatos constantes da sua vida e demonstrações fervorosas de apoio à rede de nanoblogs, como poderá atestar na sugestão Doidos pelo Twitter.

Além dos muitos seguidores conquistados, o sucesso do Twitter também se traduz pela quantidade de serviços que floresceram (e continuam a florescer) à sua imagem, uns mais empenhados em fugir da clonagem quase integral, outros nem tanto.

De qualquer modo, o próprio criador do Twitter, Jack Dorsey, admitiu que o seu conceito da comunicação em tempo real através de mensagens com 140 caracteres teve como primeira inspiração o serviço LiveJournal.

Aspirantes a Twitter, por isso não faltam, como poderá verificar pelas indicações que vamos deixar nos próximos parágrafos, a par de outras disponíveis por essa Internet fora.

O objectivo base destes serviços é quase sempre o mesmo: "partilhar" em tempo real, de forma fácil e imediata. O tipo de conteúdo é que pode variar, além do meio, claro.

O Posterous é fácil de usar e os conteúdos publicados podem ser partilhados em outros sites de media social (como o próprio Twitter). Terá de começar por criar uma conta, como é habitual, que se traduzirá num microblog onde irá postar as suas mensagens, fotos ou vídeos. Os conteúdos também podem ser "carregados" por email.

[caption][/caption]

Para subscrever contas de terceiros, aconselha-se a caixa de pesquisa, onde é possível procurar entre posts e utilizadores, usando expressões diversas, desde nomes a letras de música, sugerem os promotores do serviço.

O Hictu, por sua vez, é uma espécie de Twitter especializado em mensagens instantâneas de vídeo, embora o texto e as imagens estáticas também sejam permitidos.

[caption][/caption]

Para usar o serviço basta munir-se de uma câmara Web e os videoposts estarão apenas a um clique de distância, refere-se no site.

O Plurk é outra alternativa ao Twitter. Para partilhar mensagens, links e vídeos terá de começar por criar a tradicional conta. Depois pode tentar encontrar os seus amigos entre outros serviços já utilizados ou pesquisar utilizadores que interessem seguir dentro do próprio serviço.

Na homepage poderá encontrar os contributos mais recentes, assim como os posts mais populares, "votados" pela comunidade de utilizadores do Plurk.

[caption][/caption]

Deixámos para último a referência à Identi.ca, uma plataforma de microblogging baseada numa ferramenta open source da Laconica que já mereceu a atenção do Tek na secção Site do Dia.
[caption][/caption]

O modo de funcionamento é muito semelhante ao Twitter, bastando registar-se e criar um grupo de amigos para partilhar informação sobre os assuntos que mais lhe interessam, tendo os mesmos 140 caracteres disponíveis.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.