A técnica não é válida em Portugal, mas tem sido usada profusamente a nível internacional por marcas que tiram partido de anúncios publicitários, especialmente em vídeo, para destacar os seus produtos face à concorrência. Com mais ou menos humor, a aposta está também no efeito viral conseguido.

Ficaram célebres algumas peças, sobretudo as produzidas pela Apple mostrando a facilidade de utilização dos Mac face aos PCs, mas mais recentemente os vídeos relativos à perda de sinal de antena em vários telemóveis são também já uma referência nesta linha de actuação.

Um dos mais frescos foi feito pela Amazon, e mostra as vantagens da tecnologia do Kindle em leitura com iluminação exterior, mais propriamente à beira da piscina.

Um frustrado dono de um iPad questiona uma rapariga radiante sobre como é que consegue ler com a luminosidade do sol, ao que ela responde que tem um Kindle, que custou menos do que os óculos de sol que utiliza...

Com menos vídeo, mas mais interactivo, um site da Sony tenta provar por A+B que o comando Move é muito mais funcional do que a proposta da Microsoft, o Kinect.

A comparação não refere directamente nomes, nem marcas, mas para bom entendedor...

As alusões são sempre à alternativa de jogar sem utilizar qualquer botão ou comando. Entre as referências estão as frases "Podes imaginar jogar sem botões? Como é que controlavas o jogo? Como é que disparavas uma arma? 'Pum', 'Pum'. Mas somos o quê? Mimos?".

[caption]site move[/caption]

Ainda há pouco tempo a Apple brindou os seus fãs com vídeos comparativos das capacidades das antenas dos vários smartphones, publicados num site dedicado ao tema, numa espécie de defesa no caso "antenna-gate" que enfureceu os concorrentes.

As comparações foram feitas com os terminais BlackBerry, HTC, Nokia e Samsung, mas também com o iPhone 3GS. Deixamos aqui o vídeo da "demonstração do Nokia N97".

A Motorola também foi visada nesta campanha, com o Droid, como se vê no vídeo abaixo.

Mas a empresa retaliou e, num anúncio publicado na imprensa ridiculariza o problema de antena do iPhone 4. O título é "No Jacket Required" e no texto explica-se que "Na Motorola acreditamos que os clientes não devem ter de vestir o seu telefone. É por isso que o DROID X tem um design de antena dupla"

[caption]Nome imagem[/caption]

A mais longa campanha satírica talvez tenha sido a que a Apple fez contra os PCs, longamente documentada na Wikipédia. Uma das campanhas mais antigas já tinha sido referenciada no TeK e goza com a usabilidade do Windows, e a forma como "melhorava" a produtividade.

Mais recentemente a apresentação de um jovem descomplexado e interessante, com o actor Justin Long, utilizador de Mac, face a um "cinzentão" de fato e gravata que usa PC foi o recurso utilizado em vários anúncios da Apple, entre os quais este que aqui mostramos que tem o interesse adicional de incluir a modelo Gisele Bundchen. Do lado dos Macs, claro.

A Microsoft acabou por retaliar, mostrando que há muitas maneiras de usar o PC sem fazer parte desse padrão de "fato e gravata" e de ar pouco inovador.

Sem grande sucesso a Novell tentou entrar nesta guerra com o "Eu sou Linux", com alguns vídeos de contraponto, mas com pouco entusiasmo e sem o efeito viral desejado.

Mas estas são comparações que certamente vão continuar, até porque um pouco de boa disposição ajuda sempre!

Nota de Redacção: Esta montra foi originalmente publicada a 22 de Setembro de 2010.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.