Completar uma informação necessária numa pesquisa ou, simplesmente, aprender mais sobre uma área que lhe desperte interesse podem ser boas razões para consultar uma enciclopédia. Muitos terão em casa pelo menos uma prateleira da estante reservada a este tipo de literatura, mas pode já não estar actualizada ou não estar à mão na altura em que precisa de consultar. Para quando fizer falta uma alternativa, aqui ficam algumas sugestões online. As opções começam a ser cada vez mais.

A Encyclopedia.com é um dos mais antigos projectos online. Oferece acesso a mais de 200 mil referências de diversas fontes. Segundo assegura, mais de 100, com diferentes perfis A informação está organizada por mais de 50 mil tópicos e é complementada com fotografias, vídeos e artigos de jornais e revistas.

Dá aos utilizadores a possibilidade de votarem nos conteúdos disponíveis, em função da utilidade que lhes reconhecem. Esta única intervenção que o utilizador é chamado a ter na plataforma que não aceita a edição de conteúdos por parte de quem a visita. Essa é aliás uma das opções estratégicas da plataforma, cujos responsáveis explicam ter como principal objectivo ser uma fonte de informação "credível e citável".

Fizemos alguns testes para experimentar a versatilidade da Encyclopedia.com. encontrámos resposta para algumas das pesquisas, outras não. O que nunca deixa de ser visível é a publicidade. Se vai usar o serviço, saiba que tem mesmo de conviver com ela.

No panorama internacional a Britannica é uma das enciclopédias mais conhecidas. O sucesso da Internet trouxe-a para o mundo online, mas boa parte dos conteúdos são mantidos em acesso restrito. Ainda assim é possível desfrutar de alguma informação na zona de acesso livre da enciclopédia. Quem estiver para aí virado também pode ter acesso ao serviço Premium durante sete dias para experimentar e aceder a um portfólio mais completo de conteúdos, livre de publicidade associada, algo que na versão livre não acontece. Os resultados de cada pesquisa são complementados com informação sobre tópicos relacionados, vídeos, links de interesse, entre outros.

[caption]Britannica[/caption]

Claro que não é possível falar em projectos internacionais na área das enciclopédias online, de acesso gratuito, sem falar na Wikipedia, também disponível em português. A plataforma colaborativa é construída no dia-a-dia com o esforço da comunidade online. Os editores do serviço rondam hoje cerca de 7.500 voluntários.

Embora ao longo do tempo tenha sempre enfrentado críticas constantes relativamente à fiabilidade da informação, a verdade é que a Wikipedia se tornou uma referência, com mais de 330 milhões de utilizadores.

Os responsáveis pelo projecto também têm levado a cabo esforços para minimizar a possibilidade do serviço disponibilizar informações falsas. Algumas das medidas já previstas e anunciadas ainda não estão disponíveis, é certo, mas ficarão em breve.

[caption]Wikipedia[/caption]

Menos conhecida mas nem por isso menos interessante para adicionar aos favoritos é o endereço da Infoplease. Este activo do grupo Pearson, o mesmo que detém o Financial Times, nasceu em 1938 como programa de rádio em formato de quiz. Nove anos depois transformou-se num almanaque de publicação anual e desde 1998 está na Internet para responder às perguntas de quem por lá passa. A presença online do Infoplease é extensa, mas existe uma área própria para a enciclopédia onde se apregoa acesso a mais de 57 mil artigos. A fonte é a Columbia Encyclopedia e a pesquisa pode ser organizada por temas.

[caption]Inoplease[/caption]

A nível nacional a maior referência online é a Infopedia, onde também é possível pesquisar informação em várias áreas temáticas. Textos, imagens e animações podem surgir nos resultados, assim como conteúdos alusivos ao tema que toquem programas curriculares de determinado ano. Quando é assim o link é identificado pelo ano escolar.

[caption]Infopedia[/caption]

Na mesma zona da página onde pode encontrar informação relacionada, posicionada em anos escolares, pode também aceder a um conjunto de categorias de informação para o tema pesquisado como o tipo de documentos disponíveis, as categorias ou mesmo os diversos temas onde a palavra pesquisada pode aparecer referida. Também há uma versão paga do serviço, mais completa.

Em português está também disponível a Universal, embora o acesso online às suas enciclopédias seja pago. A modalidade mais barata é a subscrição por 90 dias que custa 1,25 euros.

Nota de Redacção: Esta Sugestão foi originalmente publicada pelo TeK a 17 de Novembro de 2009.

Foi corrigida uma referência no lead do texto onde se usava incorrectamente o verbo desfolhar em vez de folhear, como alertou um leitor atento.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.