Depois de ter passado pela Gare do porto de Lisboa, pela LX Factory e pela Cordoaria, o Codebits deste ano ficou alojado no Pavilão Atlântico, no Parque das Nações. Se em 2007 abria espaço para receber 400 jovens programadores, o número tem vindo a aumentar, e em 2010 acolheu mais de 700 participantes, deixando de fora outras tantas inscrições, “de modo a assegurar a qualidade do evento”, justificou a organização.

A história daquela que foi a quarta edição consecutiva do Codebits fez-se de programação, como não podia deixar de ser, mas também de lançamentos e outras novidades, conferências, troca de ideias e lazer.

O primeiro dia do Codebits teve direito a uma primeira novidade, o lançamento do Meo Jogos , um serviço que introduz uma oferta de jogos on demand, que num primeiro momento está disponível no PC, mas que está também prevista para a TV.

No segundo dia o SAPO deu a conhecer o seu primeiro smartphone , o a5, um terminal desenvolvido ao longo do último ano com a parceria da TMN e da Caixa Mágica que será posto à venda esta semana por 150 euros.

Fabricado pela ZTE, o a5 integra sistema operativo Android 2.1, enriquecido com as aplicações desenvolvidas internamente pelo SAPO. O telefone oferece 512 MB de memória RAM, um ecrã multi-touch e uma máquina fotográfica de cinco megapixéis.

Além dos lançamentos propriamente ditos, o Codebits reservou igualmente espaço para mostrar algumas inovações , a maioria ligadas ao universo PT, directamente ou via parceiros.

A Samsung mostrou o conceito de Smart TV e a nova plataforma de serviços que dá suporte os modelos de televisão com ligação à Internet, enquanto a PT Inovação deixou algumas pistas relativamente ao trabalho desenvolvido internamente pelas suas equipas e às apostas fortes do grupo.

[caption]Retrocomputing[/caption]

Além das mesas redondas que agrupavam os programadores participantes nesta edição 2010, o Codebits teve também espaço para alojar uma área de Retrocomputing, que mostrava computadores e consolas de outros tempos, e uma bancada de livros técnicos.

Pelos quatro palcos do Codebits (um “principal” e três minis) foram entretanto passando diversos oradores, que tentaram chamar a atenção dos participantes para as suas apresentações com títulos sugestivos como “Como fazer hambúrgueres com Javascript”, “Linux 2010: morto no desktop, grande no móvel?” ou “Geek food: fácil, calórica e feita no microondas” - a criatividade era necessária, já que, ao todo, os participantes puderam assistir a cerca seis dezenas de apresentações...

Entre o tempo despendido no desenvolvimento dos seus projectos e nos workshops técnicos, os participantes do Codebits puderam também descontrair. A escolha nesta área dividia-se maioritariamente entre os populares puffs – que toda a gente parece ambicionar levar de recordação para casa – e as consolas da Xbox, com ou sem comandos, conforme a preferência.

O nível de participação no Codebits também se fez notar noutros aspectos, além das ideias luminosas, da criatividade na apresentação dos projectos e da capacidade de argumentação. O uso dado à “cozinha” e às arcas frigoríficas também pode servir para avaliar o sucesso alcançado pela 4ª edição do Codebits. Ficam alguns números, a título de curiosidade: 3.600 fatias de pizza distribuídas, 1.000 pacotes de batatas fritas abertos, 10 mil bebidas consumidas, além dos 9.500 cafés tirados.

[caption]Visao sala principal[/caption]

Massa crítica com potencial

Distracções à parte, foi essencialmente para programar que os mais de 700 participantes aderiram ao Codebits2010. A competição principal reuniu, inicialmente, mais de 100 propostas, mas só cerca de meia centena subiu ao palco, depois de feita uma primeira triagem pelo júri. A decisão colheu algum desagrado, mas era necessária para que o tempo total de apresentação não se prolongasse demasiado, justificou a organização.

Ressalvando que o tempo disponibilizado (90 segundos) sobrou em alguns casos, com mais ou menos à vontade, com maior ou menor capacidade de argumentação, as equipas foram subindo ao palco.

[caption]Apresentações[/caption]

Além dos aplausos daqueles que assistiam na sala às apresentações, dez dos projectos conquistaram também os seus votos e viram o esforço das últimas 48 horas compensado com consolas Xbox, iPods, Mac Books e, em alguns casos, ecrãs LCD da Samsung.

Depois de já termos listado os 10 projectos vencedores , deixamos-lhe uma pequena sinopse de cada um deles:

Lightbits - Projecto de realidade aumentada feito com recurso a um computador e a um projector em que se aponta para objectos para projectar neles imagens e animações, de modo parecer que o próprio objecto tem essa textura.

Yet another game in 48h :) - Jogo de animação recorrendo a uma webcam, que pretende ligar o mundo real ao mundo virtual dentro do jogo, com enfoque na realidade aumentada.

Shave dare – Uma aplicação social para validar apostas, neste caso de teor capilar.

Game console kit – Uma plataforma para transformar o iPad numa consola de jogos, usando iPhones como gamepads.

CodebitsStreetView - Projecto de registo fotográfico a 360 graus do espaço do Codebits.

Expert Guitar for n00bs - Um interface que permite aos utilizadores tocarem temas “a sério”, reais, numa “guitarra de comando”.

Projecto TerraSentes - Uma aplicação que vai permitir registar os últimos 30 segundos, e todos os dados associados, do próximo tremor de terra a acontecer em Lisboa.

Fixing the portuguese justice in 72h - O objectivo é dar mais visibilidade ao que se passa na justiça, recorrendo ao javascript, PHP, Perl, MySQL e outras ferramentas adicionais. No fim teremos acesso a dados estatísticos que pemitirão olhar para o que se passa no sector e perceber o que vai mal.

TV widget for a shopping list - Desenvolvimento de um widget capaz de criar listas de compras de supermercado, que podem ser disponibilizadas no telemóvel ou online.

10º Never ending story - Aplicação para criar histórias sem fim assente no Twitter. Funciona por convite e o objectivo é tornar-se viral, conseguindo-se construir uma história que nunca acaba.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.