O fenómeno como o conhecemos começou no cinema e não há muito tempo propagou-se à televisão onde tem vindo a conquistar adeptos, apesar de a tecnologia ainda precisar de alguns "acertos" - e de muitos conteúdos…

O novo mundo tecnológico a três dimensões, contudo, promete ir muito além da TV, como já começou a notar-se. No mercado estão já vários produtos 3D, havendo muitos outros em projecto, antecipando um extenso portfólio de aplicação para a tecnologia.

Depois da tela do cinema e do ecrã da televisão o 3D também se "joga", e sem óculos, por enquanto apenas na consola da Nintendo, mas a perceber pelo número de interessados, já com sucesso garantido. Isto apesar das dores de cabeça relatadas por muitos…

Do lado das fabricantes de computadores também não se quer perder quota de mercado, havendo já algumas sugestões.

É o caso de alguns modelos da nova série L da gama Satellite da Toshiba, que permitem a conversão de conteúdos 2D para 3D, além do suporte para filmes 3D via HDMI num televisor 3D, existente noutros modelos.

A Dell também já começou a preparar as suas máquinas para o 3D, tendo introduzido na série Dell Inspiron R um leitor de filmes de Blu-Ray em 3D.

[caption][/caption]

Nos telefones também já há modelos com "capacidades" tridimensionais a registar. É o caso do LG Optimus 3D, anunciado no início de Fevereiro no Mobile World Congress, em Barcelona, capaz de fazer fotos e vídeos em 3D, além de reproduzir conteúdos nesse formato.

[caption][/caption]
De referir que os modelos Optimus da LG em Portugal são comercializados sob a denominação Maximo.

[caption][/caption]
Na mesma altura a HTC apresentou o EVO 3D. Tal como o modelo rival, o telefone da HTC tem a capacidade de capturar e visualizar imagens em 2D e 3D, numa experiência de visualização que também é "livre de óculos".

E se quisermos incluir os rumores podemos sempre falar da possibilidade de o sucessor do iPhone 4 - previsto para 2012 - também poder vir a integrar câmara 3D.

[caption][/caption]

No plano dos projectos que ainda não passam de conceitos destaque para a Cornucopia, uma "impressora" criada por um brasileiro e por um israelita capaz de preparar refeições. Os protótipos que este projecto envolve deram origem a uma "variante" que tem como iguaria protagonista o chocolate, a Digital Chocalatier.

Esta impressora permite que o utilizador prepare chocolates a partir de um interface, de um misturador de ingredientes e de um copo com depósito termoeléctrico que "gela" e endurece o chocolate.

Deixando de lado os produtos propriamente ditos, a sede de 3D também se faz notar ao nível das aplicações, que por exemplo prometem transformar qualquer fotografia numa imagem tridimensional (como o 3D Converter), além de todo o software de edição de imagem (vídeo e fotografia) que também já integra tais capacidades.

Uma nota para mencionar a importância que a tecnologia também assume em ambientes de simulação.

Estes exemplos e muitos outros mais (existentes ou em preparação) mostram que o 3D é a sensação do momento. Pelo menos até que outra tome o seu lugar. Como costuma acontecer muito rapidamente no mundo das tecnologias.

Patrícia Calé

Nota de Redacção: Foi corrigida a referência relativa aos modelos LG Optimus, que em Portugal se vendem sob a denominação Maximo.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.