[caption]site[/caption]

As candidaturas decorrem até 15 de julho, em oito categorias, sendo a escolha dos melhores projetos portugueses coordenada pela APDC. Webpages, conteúdos digitais, apps, jogos ou produções interativas estão entre os conteúdos que podem ser candidatados ao World Summit Awards 2015.

A análise das candidaturas passa por várias fases. As propostas são avaliadas por peritos nacionais e depois da escolha dos vencedores é feita a submissão à plataforma do prémio. Em agosto um júri de peritos internacionais vai avaliar e pré-selecionar os melhores 15 a 18 projetos em cada uma das oito categorias a concurso. Segue-se a análise por um grande júri que seleciona os projetos que passam à última fase, num total de cinco por categoria.

Na última fase do WSA 2015, os 40 vencedores selecionados terão oportunidade de se apresentar no WSA Global Congress, onde um Global Champion Jury nomeará um Global Champion por cada uma das categorias.

Entre os projetos portugueses que já foram distinguidos no World Summit Award contam-se o True-Kare na área de e-Health e o Pordata em e-Science & Technology. No World Summit Award mobile - que ocorre de forma alternada com o WSA e é dedicado às aplicações móveis - já foram galardoadas também as aplicações Mobizy, ColorADD e a AlzNav, esta última na categoria m-Inclusion & Empowerment.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.