A Academia de Código, startup criada em 2015 e que dá formação na área de programação a desempregados, abriu 60 novas candidaturas para cursos intensivos em Lisboa, Fundão e Terceira.

As candidaturas podem ser feitas no site e, no caso da ilha Terceira, as inscrições terminam a 28 de Março, no Fundão a 11 de Abril e a 15 de Abril em Lisboa.

Para os que se inscreverem na capital, existe uma novidade: graças à parceria entre a startup e o banco BNI, os alunos em Lisboa podem começar a pagar o curso de cinco mil euros seis meses depois de o começarem.

“Esta parceria com o Banco BNI abre as portas do Bootcamp a qualquer pessoa que tenha vontade de se converter num <Code Cadet>, numa área em que a empregabilidade é quase garantida.”, diz em comunicado João Magalhães, cofundador da startup portuguesa.

O bootcamp da Ilha Terceira, nos Açores, é gratuito com a condição dos alunos serem residentes na Região Autónoma dos Açores e aceitarem propostas de trabalho de empresas sediadas na ilha.

Com a formação que decorre durante 14 semanas, a startup promete “preparar qualquer pessoa interessada em respirar código durante três meses e meio, para ingressar no mercado de trabalho como Junior Software Developer. Os candidatos apenas têm que dominar a língua inglesa, não sendo relevante a idade ou a formação académica.

A taxa de empregabilidade dos alunos destes cursos da Academia é de 96%, sendo o salário de cerca de 950 euros/mês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.