http://imgs.sapo.pt/gfx/560311.gif

Hoje é o dia em que os novos termos de utilização do Instagram entram em vigor. Depois de muita polémica onde se falava na hipótese de o serviço de edição e partilha de imagens poder vender as fotografias e textos dos utilizadores a agências de publicidade, situação mais tarde desmentida, chega a altura em que todos devem decidir se concordam ou não com as novas regras.

Os responsáveis do serviço garantem que tudo não passou de uma má interpretação e disseram que os termos foram de novo redigidos para que não houvesse lugar para dúvidas. Na opinião dos executivos do Instagram também as teorias de que a aplicação perdeu metade dos utilizadores diários ativos é mentira.

O caso do Instagram serve de exemplo para possíveis registos futuros. Apesar de tradicionalmente os utilizadores menosprezarem os termos de utilização dos serviços, por serem longos demais, o tempo perdido pode valer em alguns casos menos dores de cabeça e arrependimentos.

Não que este seja o caso do Instagram. O TeK deixa o conselho de que seja o próprio leitor a avaliar os termos e a decidir se quer ou não concordar com as condições impostas.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.