Seja um pintor, um produtor de conteúdos em vídeo, um músico ou simplesmente um vlogger, a plataforma Patreon foi criada para ligar fãs e criadores. O conceito foi inspirado pelo "financiamento" dos artistas clássicos como Leonardo da Vinci, que dependiam dos seus patronos para continuarem a criar obras, sem a preocupação com questões monetárias. O website funciona como um blog, oferecendo ferramentas para os criadores colocarem vídeos, mensagens ou imagens, tal como faria numa rede social.

A diferença é que pode trancar certos conteúdos para os fãs que desejam fazer uma contribuição monetária, e dessa forma, ajudar o respetivo criador. Em troca, os produtores podem criar trabalhos únicos como recompensa, trancando os conteúdos do público em geral, permitindo acesso apenas a quem os suporta.

E pode mesmo estabelecer patamares de valores, com bónus associados mais interessantes, como por exemplo, criar algo com o respetivo patrono ou dar-lhe acesso a uma área privada das ferramentas sociais. Se é criador de vídeos para o YouTube pode mostrar em antecipação aos mesmos, entre outros objetivos que definir para os valores estipulados.

A plataforma funciona muito bem, depositando mensalmente na conta Paypal dos criadores, os valores angariados dos patronos. Estes podem decidir pagar apenas uma vez ou a interromper a qualquer momento o suporte mensal, sem qualquer valor acrescentado.

O site tem ainda diversas ferramentas estatísticas, onde pode apurar rapidamente quem é o fã mais “valioso”, ou em que períodos ou conteúdos incentivaram os seguidores a investir, e nesse sentido poderá recompensá-los.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.